Sexta, 01 Junho 2018 23:08

ZONA FRANCA DE MANAUS SOFRE SEU PIOR GOLPE

Avalie este item
(0 votos)

...Bancada federal do Amazonas mostra unidade na defesa da ZFM, e mantém pressão junto ao presidente Temer para corrigir decreto presidencial...

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

A tarde desta sexta, 1, foi marcada pelo 'golpe' que o governo federal deu contra o povo amazonense. Isto porque fomos surpreendidos pelo Decreto presidencial que muda os percentuais fiscais no IPI, e que atingem diretamente a Zona Franca de Manaus (ZFM), em seu polo de concentrado.

Isto representa um prejuízo de centena de milhares de reais, além, de caso isto se mantenha, abre um terrível precedente contra o polo industrial de Manaus. Diante disto, a bancada federal se reuniu na sede do PRB para ter uma 'audioconferência' com o presidente da República, Michel Temer.

Sob o comando do coordenador da bancada federal, senador Omar Aziz - com mais cinco deputados federais: Arthur Bisneto, Alfredo Nascimento, Hissa Abraão, Socorro Sampaio, e Silas Câmara; além dos outros dois senadores - Vanessa Grazziotin e Eduardo Braga - que atenderam ao seu chamado para juntos conversarem com o presidente Michel Temer via celular.

VIVA VOZ

Omar Aziz ligou diretamente para falar sobre o assunto do Decreto com o presidente Michel Temer, onde o celular ficou ligado no 'viva voz' para que os demais parlamentares, bem como a imprensa, que foi convidada, pudessem participar da discussão sobre as soluções que devem ser encontradas neste processo de redução do percentual do IPI. 

34120418 1643103769091367 4160054693831114752 n

Apesar de algo inusitado, quando jamais houve na história politica um presidente da República ter uma conversa franca, por celular, com viva voz ligado, falando direto com uma bancada federal - neste momento os deputados federais e senadores mostraram unidade em torno da defesa da ZFM, afirmando que manterão a pressão junto ao governo federal para mudar o foco do Decreto. 

Segundo Omar, esta atitude de reunir a bancada, ligando para falar com o presidente Temer foi uma forma clara encontrada para que nem ele e nenhum outro parlamentar seja o porta voz de algo tão sério, que ocorre contra o polo industrial, este que é um dos maiores polos exportadores do Amazonas, que é o polo de concentrado, responsável pela diminuição do deficit cambial da balança cambial da ZFM. "Sofremos um golpe, isto é um fato. Mas, independente de questão partidária, estamos unidos, e o presidente se mostrou aberto para ajudar a solucionar esta questão", destacou o senador.

"O que me disseram, eu quero que digam a vocês (imprensa). Não quero ser porta voz de ninguém, porque isto tudo é muito sério, porque qualquer coisa que pode ser dito agora, por nós, amanhã pode se voltar contra algum dos parlamentares como se nós tivéssemos sido responsabilizados por isso", alegou o senador, que teve anuência dos demais presentes.

Dos 11 parlamentares que compõe nossa bancada federal - oito deputados federais e três senadores, só 3 não estiverem presentes na reunião porque estavam em agenda, já marcadas - um em Brasília (DF), caso de Pauderney Avelino; Átila Lins, e Prof. Gedeão se encontram no Interior.

34091286 1643103679091376 8341886409451241472 n

TEMER PROMETE REAJUSTAR

Omar Aziz ao falar com Michel Temer informou os presentes na reunião, e questionou ao presidente o que seria possível para reverter o atual quadro do Decreto presidencial. “Isso nunca aconteceu, presidente, na história da Zona Franca de Manaus uma insegurança num seguimento, num polo tão importante como é este do concentrado, que não gera só empregos aqui, (na Capital), mas também no Interior - como em Maués, Presidente Figueiredo, Juruá”, salientou o senador.

O presidente da República disse que desde que foi abordado pelos parlamentares da bancada amazonense, esteve reunido com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, desde quinta, 31, para rever pontos do Decreto que possam ser modificados em um outro tipo de ação governamental, que pode ser com um novo Decreto ou ainda por meio de um projeto de lei junto ao Congresso Nacional.

PRESSÃO

Michel Temer disse que nesta sexta, 1, pela manhã esteve reunido com ministros e empresários representantes dos concentrados, pessoal da Ambev, Coca Cola, além do deputado Pauderney Avelino e o governador Amazonino Mendes. Todos preocupados foram tratar de mecanismos para que se evite maior colapso financeiro nas contas da arrecadação do Estado.

O que podemos dizer é que deste 'limão podemos fazer uma limonada!”, disse Temer sobre o imbróglio criado por seu governo contra a ZFM, e que apesar disto há, sim, a intenção de se buscar a remediação do que foi feito pelo Decreto presidencial.  

Para os parlamentares amazonenses, Temer se mostrou aberto para minimizar as perdas que o Amazonas sofra diante deste Decreto, e que para a próxima terça, 5, haverá uma nova reunião de toda a bancada federal com o ministro Guardia, onde todos os pontos possíveis de entendimento e aceno para dirimir o impacto sobre a redução do IPI para o Amazonas, e setores do polo industrial serão postos à mesa. 

"Determinei ao ministro Guardia que encontrasse a melhor solução para resolver desde já a redução dos benefícios, agora, para repercutir ano que vem. Acredito que até terça-feira, 5, vamos encontrar uma solução porque sabemos que a Zona Franca de Manaus é importante para o Amazonas, bem como para todo Brasil, porque na verdade é um polo de grande produção industrial", disse de forma serena o presidente Temer. 

Por fim, ao final da ligação, foi lembrado ao presidente da República que a Zona Franca de Manaus é tida por alguns políticos do Congresso Nacional como um privilégio que o Amazonas, a Amazônia tem, “e isto não é privilégio, e, sim, integração nacional, é política de integração, e esperamos que mai suma vez possamos manter e geando empregos”, salientou a deputada Socorro Sampaio.