Segunda, 14 Março 2022 18:16

TUCANOS EM GUERRA, E NEGÃO NO MEIO

Avalie este item
(1 Votar)
Nesse fuzuê todo dentro do ninho tucano jaraqui, entre Arthur e Plínio, quem está rindo é ele, Negão... Nesse fuzuê todo dentro do ninho tucano jaraqui, entre Arthur e Plínio, quem está rindo é ele, Negão...

...A DISPUTA JÁ NÃO É DE HOJE PELA DIREÇÃO DO PARTIDO, PORÉM, LÁ ATRÁS ARTHUR NETO TINHA PODER PORQUE ERA PREFEITO, E FOI SENADOR, DEPUTADO, MINISTRO, E DE CERTO MODO TEM MUITA REPRESENTAÇÃO, AINDA, DENTRO DO PSDB - REGIONAL E NACIONAL - MAS, AGORA, PLÍNIO SE COLOCOU ABERTAMENTE CONTRA ELE, E EM FAVOR DE SUA CANDIDATURA AO GOVERNO...

...ASSIM, O SENADOR REAFIRMA CANDIDATURA AO GOVERNO, E DIZ QUE CHANCE DE ARTHUR EMPLACAR AMAZONINO COMO CANDIDATO É ZERO...ELE SE BASEIA EM DOCUMENTO ASSINADO POR SETE SENADORES TUCANOS UNGINDO SUA CANDIDATURA...VEREMOS QUEM, DE FATO, TEM MAIS FORÇA...

Ok, mas vamos entender...

NÃO SE PODE NEGAR QUE ARTHUR NETO É UMA 'RAPOSA' POLÍTICA, E TEM AO LONGO DE SUA CARREIRA COM OU SEM MANDATO DEIXADO UMA MARCA, UM RASTRO DE PERMANÊNCIA EM VENCER, EM DISPUTAR, E COMO LÁ ATRÁS DEU CHEQUE NO MDB, LEIA-SE EM EDUARDO BRAGA, ONDE O SENADOR se viu obrigado na eleição de 2017, em que o então prefeito de Manaus, Arthur Virgílio saiu candidato à reeleição, conseguiu fechar, nacionalmente, com o partido de 'cadeirudo', o MDB, e aí vimos Marcos Rotta, que era pupilo fiel de Eduardo, ser o nome de vice na chapa do prefeito.

REDAÇÃO AGNORTE/MARLEN LIMA

Ali, na reeleição de Arthur podemos ver uma eleição municipal em que a dupla, prefeito e Rotta, fez excelente dobradinha, e eles ganharam de todos os demais partidos, e todas as coligações se juntaram, mas, perderam. Agora, fora da prefeitura, e sem mandato, Arthur aplica mais um cheque, desta vez em Plínio Valério, senador tucano, e põe o PSDB em alta disputa eleitoral com Amazonino Mendes como possível candidato ao governo.

Negão seria, ou será, o nome ao governo do PSDB nesta eleição.

Mas, agora, o senador Plinio Valério decidiu bater pé, e garante que não será bem assim, porque o senador tomou gosto da campanha ao governo, e acredita que chega ao segundo turno. Com isto, Plínio diz que tem apoio para se manter candidato, e não Negão com apoio de Arthur.

Aí, vemos uma disputa de poder ou de vaidades?

Para Plínio, Arthur é um 'derrotado...de forma fragorosa (Arthur perdeu) na disputa nas prévias para escolher o candidato do PSDB a presidência da República, o ex-prefeito Arthur Virgílio anunciou de forma monocrática, sem consultar o partido, que a chapa majoritária será formada a partir da filiação do ex-governador Amazonino Mendes'.

Plínio há tempos tem sido engolido pela força de Arthur em mandar no PSB amazonense.

Ainda sem ter engolido os descumprimentos de acertos lá atrás com PSDB, Plínio hoje se baseia como senador e por isto tem que ter voz e respeito, espaço dentro do partido. De fato, deve ter, mas, se numa eleição partidária for o ex prefeito que mantiver a maioria dos votos, valerá seus votos.

Simples.

Pelo jeito nada vale Plínio ter votos de outros senadores do partido, que não mandam dentro da regional do Amazonas.

PORRADA ABERTA

Em entrevista ao programa 'Manhã de Notícias', de Ronaldo Tiradentes, Plínio reagiu aos ataques de Arthur e apresentou um documento, assinado pelos sete senadores do PSDB, pedindo que a direção nacional do partido dê autonomia aos senadores para conduzirem as candidaturas nos estados.

O senador avisou que não sai do PSDB, e que a chance de Amazonino disputar o governo do Amazonas pelo partido, como quer Arthur, é zero.

DOCUMENTO DA BANCADA ENVIADO AO PRESIDENTE NACIONAL DO PSDB BRUNO ARAÚJO

Brasília, 08 de março de 2022.

Senhor presidente , tendo em vista a proximidade das eleições de 2022 e a importância das eleições majoritárias dos estados, a bancada do PSDB no Senado Federal, em sintonia com os maiores interesses do partido, solicita encarecidamente, a Vossa Senhoria, que tome as providências necessárias no sentido de que seja assegurada, aos senadores candidatos a eleição majoritária, a condução do processo eleitoral nos seus respectivos estados. Desse modo demandamos autonomia na condução do pleito para que o senador Plínio Valério dispute o cargo de governador do estado do Amazonas, o senador Izalci Lucas no Distrito Federal, e o senador Rodrigo Cunha dispute o cargo majoritário no estado de Alagoas. Respeitosamente senador José Serra, Tasso Jereissatti, Mara Gabrilli , Roberto Rocha, Rodrigo Cunha, Plínio Valério e senador Izalci Lucas.

PARA TIRADENTES, Plínio assegurou que o PSDB não é Amazonino Mendes nem Arthur Neto. "O PSDB é um partido muito maior que Arthur Neto e Amazonino. Como sou vascaíno e tem muito flamenguista, quero fazer uma aposta: se Amazonino for candidato pelo PSDB, eu visto a camisa do Flamengo e desfilo em qualquer lugar que me for determinado. Se ele não for, os flamenguistas vestem a camisa dos vascaínos . Amazonino não será candidato do PSDB em hipótese nenhuma.", garantiu o senador.

Ciente de que o PSDB é, sim, Arthur, mesmo não gostando e nem aceitando, Plínio erra no tom, e mesmo sendo senador não lhe garante nada, porque o próprio PSDB é cheio de oligarcas, e Arthur é quem manda o ninho tucano cabôco.

Ciente que deverá abrir, sim, mão de sua candidatura, Plínio quer assegurar que ele não será candidato, mas, Negão também, não!

Será?

HISTÓRIA TUCANA

"Eu fundei o PSDB. O Arthur era prefeito do PSB e não podia mudar de partido. Abel Alves, era deputado, Mário Frota deputado, eu era suplente, nós fundamos o PSDB. O Arthur só veio um ano depois. Depois, eu saí do PSDB e voltei há sete anos. O Arthur está há 32 anos no PSDB e o raio X do PSDB no estado é: dois prefeitos no interior, dois vereadores na capital, 30 vereadores no interior e um deputado estadual. E o Arthur, que você fala que ele tem prestígio, eu gosto dele. O que não entendo é porque ele decidiu me atacar. Passei quatro meses dizendo que estava estudando a possibilidade de ser candidato e ele não se manifestou. Foi só eu dizer que sou pré-candidato ele veio destilar esse ódio todo, insinuando inclusive minha filha, minha família.

O Arthur conhece a minha família. Frequentou minha casa, eu frequento a casa dele. Sabe que a única coisa que mexe comigo é mexer com a família. Quando ele insinua alguma coisa com a minha filha, está dizendo: olha, entre nós rachou tudo, esticou a corda , a corda vai quebrar de um lado, pode ser do meu lado? Pode ser, mas eu duvido muito.

O Arthur se queimou no PSDB nacional quando se tornou cabo eleitoral do (governador) João Dória , foi laranja do João Dória. (Só teve dois votos)… disse que não ganhou porque eu o traí . Como você trai uma pessoa que não é seu companheiro? Disse que eu lhe virei as costas. Ficar de frente com o Arthur já é perigoso, imagina virar as costas? Gosto do Arthur. Não entendo porque ele fez isso. Agora a gente está num embate e só tem espaço para um", desabafou o senador.

AO LADO COM 'CADDEIRUDO' E 'CAPIVARA'

Plínio Valério informa que tem com os senadores Eduardo Braga, o Cadeirudo, e com Oma rAziz, o Capivara, amizade profissional, nada além, porque ambos senadores têm respeitado sua posição e ele reconhece isto.

"Tenho relação de colega, (com Braga) quando se trata de defender o Amazonas é firme e a gente está junto. Com o Omar é fraterna. O motivo de gostar do Omar é simples. O Omar cumpre palavra, me tratou como candidato ao Senado com dignidade e respeito", diz Plínio.

SINAL DE RECUO

Em entrevista, o senador tucano diz que pode, sim, recuar. "Posso recuar? Claro, na vida a gente recua, mas, isso depende de mim e não vou. Depois que o Arthur esticou a corda não tem com. No PSDB só tem espaço para um. Com o Arthur não convivo mais. Vou conviver assim, se ele for candidato ao Senado eu não posso impedir, não vou ser sacana, não vou fazer com os outros o que não quero que façam comigo. Espere mais alguns dias que a corda vai arrebentar. Sou senador com mais quatro anos, desculpe a falta de modéstia, sou respeitado, estou felicíssimo no Senado", diz Plínio, que, sim, tem feito um bom mandato. Só não precisa entrar numa seara como esta, e desta forma.

NEGÃO JÁ ERA

"O Amazonino foi governador 16 anos, diz, Plínio, e o Eduardo 8, e esses caras querem voltar", fala o senador, mas, lá em cima ele diz que tem apreço por Braga, mas, não ele como candidato ao governo. Entendido!

 

fica claro que para Plínio, tanto Negão como Braga são já ultrapassados como governadores, e não tem mais espaço para este tipo de vaga na disputa eleitoral. Bom, o senador deve atentar para o que dizem as pesquisas, tanto Eduardo como Amazonino tem eleitores cativos, e os números se mostram expressivos.

Mas, bem, veremos, o PSDB mais uma vez verá a sua 'raposa' agindo novamente, e dando cheque eleitoral ou será que Arthur perderá desta vez?

Duvido! 

Saiu Hoje/16.3 - no Twitter do PSDB nacional… 

Aos JARAQUIS
Como foi postado aqui agnorte.com.br/index.php/amaz…
Arthur Ñ perde poder tucano, Negão vai sair candidato.
PSDB Nacional apoia Arthur e Ñ o senador Plinio.
Tucanato publicou q confia em @Arthurvneto. Senador entrou já perdendo nessa briga!
Daqui alertamos pra isto!

 

...

COM ASSESSORIA DO SEN PV