Terça, 16 Novembro 2021 18:44

ARENA, RODOVIÁRIA, PARCERIA PÚBLICO PRIVADA

Avalie este item
(1 Votar)

Sinésio Campos defende Parceria Público-Privada para Arena da Amazônia, Terminal Rodoviário e destina emenda ao CBMAM

Possíveis caminhos para Parcerias Público-Privadas (PPP’s) que atendam as demandas de infraestrutura e obras do Terminal Rodoviário de Manaus, bem como a gestão da Arena da Amazônia, foram apresentados, nesta terça-feira (16), pelo deputado estadual Sinésio Campos, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Em seu discurso, o parlamentar evidenciou as fragilidades dos locais como, por exemplo, o grande custo de manutenção que Arena gera para o Estado, sem retorno proporcional.

“A Arena da Amazônia precisa gerar receita e não somente gasto de dinheiro público. Esse dinheiro é do povo e poderia ser investido em outros setores como segurança, saúde, transporte e educação. Por isso, entendo que a aplicação das PPP’s como forma de captar recursos das esferas privadas, na forma de investimentos”, destacou Sinésio.

A mesma defesa foi feita em relação ao Terminal Rodoviário de Manaus que, segundo o deputado Sinésio Campos, o local é um cartão postal negativo, visto que está com sua estrutura defasada.

“Temos o transporte intermunicipal e interestadual, mas, nem o município e nem o Estado tomam a responsabilidade para si. A rodoviária virou um albergue para os venezuelanos, a estrutura é de causar vergonha. Não há segurança, não há conforto para quem trabalha no local e, muito menos, para os viajantes”, esclareceu Sinésio Campos.

Outro assunto que o parlamentar levou à tribuna foi à emenda de 200 mil reais destinada ao Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas com o objetivo de atender as necessidades das unidades, bem como o retorno do projeto social Bombeiro Mirim.

“O projeto é desenvolvido através de práticas educativas que promovem o exercício pleno da cidadania, além de envolver as famílias na consolidação dos princípios e valores éticos”, finalizou Sinésio.

 

 

 

 

...

ASCOM ALEAM