Segunda, 15 Novembro 2021 11:19

Proclamação da República do Brasil

Avalie este item
(1 Votar)

Deputados estaduais comenta Proclamação da República do Brasil, que completa 132 anos

No dia 15 de novembro de 1889, o Marechal Manuel Deodoro da Fonseca ruma com um exército de cerca de 1000 homens em direção à Praça da Aclamação (atual Praça da República), na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império do Brasil, e destitui o imperador Dom Pedro II, instituindo o que seria o primeiro governo republicano brasileiro.

Cerca de 40 anos antes, o Amazonas havia se tornado uma província independente do Grão-Pará, em agradecimento por ter lutado ao lado da Coroa durante o levante da Cabanagem, tendo sido Manaus transformada em capital em 1856. A Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas  (Aleam) surgiu em 1852 como um Poder exercido pelos representantes do povo, tendo tido diversas sedes desde então até estabelecer-se definitivamente no bairro Parque 10 de Novembro, em Manaus, no ano de 2006.

Para o presidente da Aleam, Roberto Cidade (PV), a proclamação da República do Brasil desenhou o Brasil como conhecemos hoje. “A partir daquele 15 de novembro de 1889, nosso sistema de governo foi amadurecendo ao longo dos anos e hoje nos orgulhamos de viver numa democracia”, afirmou.

Já o deputado Felipe Souza (Patriota), líder do Governo do Amazonas na Aleam, afirmou que a proclamação da república marca uma nova fase do Brasil. “Foi o pontapé inicial para a construção do regime democrático que temos hoje”, resumiu.

“As escolas devem continuar ensinando aos estudantes a importância da Proclamação da República, pois esse ato encerrou o período da monarquia no Brasil. Se hoje vivemos numa república democrática é graças ao 15 de novembro de 1889”, afirmou o deputado Fausto Jr (MDB).

O decano da Assembleia Legislativa, deputado Belarmino Lins (Progressistas), disse que a Proclamação da República Brasileira foi um evento impactante em nossa história política, ocorrido em 15 de novembro de 1889. “Na verdade, um levante político-militar que gerou a chamada República Federativa Presidencialista, pontificando a figura do Marechal Deodoro da Fonseca. Herói da Guerra do Paraguai, ele foi o primeiro presidente da República do Brasil, comandando um governo provisório entre 1889 e1891. À parte suas ideias em favor da monarquia, ele foi importante por ter iniciado um processo de mudanças que seria expandido positivamente por outros líderes políticos que trariam os bons ventos da democracia à nossa Pátria brasileira”, explicou o parlamentar.

 

 

...

ASCOM ALEAM