Segunda, 15 Novembro 2021 10:53

Ainda são aceitas ideias de negócios inovadores

Avalie este item
(1 Votar)

Prazo de inscrição do programa Inova Amazônia é prorrogado para 28 de novembro...Ainda são aceitas ideias de negócios inovadores de bioeconomia de sete estados da Amazônia Legal

 

Quem tem uma ideia de negócio inovador que envolva a bioeconomia e quer  empreender com o apoio do Sebrae ainda tem tempo de inscrever a proposta no programa Inova Amazônia, que teve o prazo de inscrições prorrogado para o dia 28 de novembro.

As submissões de ideias são feitas pelo link sebrae.com.br/inovaamazonia. O programa está aceitando projetos de sete estados da Amazônia Legal que estão divididos em três editais, são eles: Amazônia e Roraima; Amapá, Maranhão e Tocantins; e Acre e Rondônia.

As inscrições do Pará foram encerradas no dia 19 de setembro e não foram prorrogadas. Este, inclusive, já divulgou os selecionados que podem ser conferidos na página: sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/inovaamazonia.

Em Roraima, o Sebrae está ofertando consultoria aos empresários que desejam participar do programa. Quem tiver interesse, baste se direcionar ao SebraeLAB, situado na Av. Major Williams, 680, Bairro São Pedro - Boa Vista ou fazer contato pelo telefone 2121-8052 e agendar seu horário.

Conforme explica a analista técnico do Sebrae Roraima, Graciela Missio, podem se inscrever qualquer pessoa que tenha ideia inovadora envolvendo a biodiversidade Amazônica.

“Pessoas que tenham ideias inovadoras utilizando recursos da biodiversidade, com possibilidade de transformar a ideia em negócio, podem submeter os projetos no programa. Lembrando que a Biodiversidade abrange vários seguimentos como sustentabilidade, agricultura, cosmético,  Ecodesign, Ecoturismo, Farmoquímico e Farmacêutico, Perfumaria e Cosméticos, entre outros”, acrescenta.

 

Exemplo de projeto

Para entender melhor, a analista do Sebrae separou uma ideia de projeto sustentável que foi o vencedor do segundo lugar do Encontro Científico do programa Bolsa de Inovação Tecnológica de Roraima (BITERR).

A bolsista Francisca Karyna Soares Silva executou o projeto Desenvolvimento de detergentes vegetais biodegradáveis para limpeza de material laboratorial, em que consiste a extração da essência da árvore de jucá para a produção do produto. A eficácia do detergente foi comprovada mediante pesquisa.

“Então a ideia é exatamente essa: é usar algo da natureza que tenha potencialidade para ser transformado em negócio”, exemplifica.

 

As fases do programa

Após terem os projetos selecionados, os donos das ideias passarão por duas fases dentro do programa. A primeira, Fase 1, é a Pré-Aceleração em que será realizada uma capacitação durante dois meses, feitas por colaboradores do Sebrae e parceiros.

Já a Fase 2, a Aceleração, é uma capacitação presencial durante seis meses com intuito de colocar a ideia em prática. Os selecionados receberão apoio financeiro por meio da Bolsa de Estímulo à Inovação no valor de R$ 6 mil mensais durante este período.

 

Roraima e Amazonas

Conforme o edital dos estados, poderão ser submetidos até 50 projetos para a fase de Pré-Aceleração. A análise para a escolha das ideias ocorre até dia 12 de dezembro o no dia 23 será divulgada a lista dos aprovados.

A Fase 1 ocorrerá de 05 de janeiro a 04 de março de 2022. E do mesmo dia até dia 07 será feita a submissão dos Projetos Empresariais, correspondentes à Fase 2.

Até o dia 11 de março será feita a seleção e avaliação dos projetos empresariais e dia 14 será divulgado o resultado preliminar. Trinta empresas participarão da Fase 2 entre o período de 18 de maio a 08 de novembro de 2022.

 

Invista na Amazônia

Conforme a organização do programa, empreender na Amazônia é vantajoso porque o mercado de bioeconomia ainda é pouco explorado e aqui se encontra a maior biodiversidade do mundo para geração de novos produtos.

“Também há grande potencial de geração de inovações sustentáveis, além de serem produtos de origem da floresta mais famosa do mundo e ainda é possível exercer inovação como instrumento de conservação e preservação dos recursos naturais”, acrescenta.

 

Objetivos do Sebrae

Com o programa Inova Amazônia, o Sebrae visa desenvolver negócios inovadores em bioeconomia, fortalecer a identidade do bioma com produtos e serviços de alto valor agregado, promover o desenvolvimento territorial por meio da geração de negócios, posicionar o Brasil como país fomentador de negócios sustentáveis e atrair ideias de todo o país para criar negócios inovadores e desenvolver economicamente a região Amazônica.

 

 

...

ASCOM

Foto: Roger Callefi