Domingo, 05 Setembro 2021 12:14

A PRAÇA DO CONGRESSO É DO POVO

Avalie este item
(3 votos)

...Por Cel. Alfredo Menezes...

Dia 07 de Setembro de 2021 terá um significado especial para o Brasil, o país vive um clima de redescobrimento, fomos descobertos oficialmente em 1500, temos 521 anos de existência como país, embora nossa independência tenha ocorrido em 1822, tendo como grande marco o grito da independência que foi realizado por D. Pedro de Alcântara durante o Primeiro Reinado, às margens do Rio Ipiranga, no dia 7 de setembro de 1822. Com a independência do Brasil declarada, o país transformou-se em uma monarquia com a coroação de D. Pedro I, durou até 1889, quando a república foi proclamada pelo Marechal Deodoro da Fonseca. Esse é o binômio independência e liberdade.

Por aqui continuamos com a narrativa das manifestações que vão ocorrer em todo Brasil e em alguns locais da nossa cidade, vejo um cenário semelhante aos dos jogos do Brasil quando está disputando a Copa do Mundo, as pessoas estão se preparando para a data, a mobilização está gigantesca, as discussões estão afloradas, todos os dias tenho conhecimento de teses e previsões do que vai ocorrer nesta data e até antes dela, quando na realidade o que eu prevejo é uma grande festa em verde e amarelo, com o povo indo às ruas levar sua mensagem de apoio ao Presidente Bolsonaro e de desagravo principalmente ao STF e ao Congresso Nacional que estão engessando o desenvolvimento do país, trabalhando com afinco para que o atual governo não tenha sucesso.

O Governo do Presidente Bolsonaro tem sido sistematicamente atacado pelos outros poderes da república, o momento é delicado, o país está dividido, a estratégia agora é mostrar apoio popular, as pessoas indo as ruas será uma resposta dura aqueles que julgam que podem estar acima do bem e do mal, ninguém pode se considerar dessa forma, o Brasil consolidou sua democracia neste últimos 30 anos, temos instituições fortes, mas, especificamente, o poder judiciário está extrapolando suas atribuições e invadindo o poder executivo, dando interpretações próprias a constituição federal, parece que hoje temos onze diferentes, cada ministro do STF tem a sua. Constituição não se interpreta, se aplica.

Os movimentos do dia 07 de Setembro serão ordeiros, pacíficos e democráticos, a direita tem se comportado dessa forma, os eventos são exemplares, animados, bem humorados, respeitosos, familiares e com grande participação dos jovens de uma nova geração que começa a mudar a cara do Brasil. O país viveu sua orgia moral nos últimos 20 anos, uma geração que ficou acostumada a desrespeitar pais e mestres, hoje estamos tentando recolocar as coisas nos seus devidos lugares, a liberdade é inegociável, a democracia idem, essas rubricas não podem estar em discussão, mas, os abusos precisam ser contidos, não se pode prender porque não concorda com uma opinião colocada publicamente, mesmo com excessos, existe os caminhos próprios para isso, tem etapas para serem superadas, não se pode simplesmente prender e entrar no clima do “eu que mando”, essa distorção da autoridade não cabe no sistema democrático.

A praça do congresso está sendo preparada para uma grande festa, o clima lá será de liberdade, independência e ordem. Vamos fazer um evento pacífico, alegre, colorido de verde e amarelo, cantaremos o nosso hino nacional a plenos pulmões e daremos um gigantesco abraço simbólico no centro da cidade, simplesmente porque a PRAÇA É DO POVO!

Selva!