Terça, 24 Agosto 2021 17:59

Teatro de Rua no Interior

Avalie este item
(0 votos)

Itacoatiara sediará primeira edição do Festival de Teatro de Rua do Amazonas...Itinerante, evento deverá ser realizado anualmente, passando por diferentes municípios do interior do Estado

A Cacique Produções realizará nesta semana, de 26 a 29 de agosto, no município de Itacoatiara (distante 270 quilômetros da capital), a primeira edição do Festival de Teatro de Rua do Amazonas (Festruam). O projeto foi contemplado com o Prêmio Encontro das Artes /Lei Aldir Blanc.

Para esta primeira edição, grupos e artistas convidados de Manaus integram a programação do evento, que contará com a realização de espetáculos, além da realização de workshops e oficinas artísticas. Segundo Izabel Rocha, produtora executiva do festival, o principal objetivo do evento é promover a interiorização da cultura.

"O maior percentual de movimentos artísticos e culturais profissionais do Amazonas hoje se concentra na capital. E com o setor teatral não é diferente, considerando ainda que os festivais de teatro que temos hoje no Estado são todos realizados em Manaus. Queremos com a realização do Festruam alcançar novos públicos. Levar teatro até o povo, já que sabemos que grande parcela da população do Estado nunca teve acesso a um espetáculo de teatro", pontua Izabel.

Com programação totalmente gratuita, as atividades desta primeira edição foram pensadas levando em consideração decretos governamentais e recomendações dos órgãos de saúde quanto às medidas de prevenção contra a Covid-19. "Nossos espetáculos serão apresentados em ambientes abertos, as cadeiras serão dispostas obedecendo o distanciamento social, faremos a aferição de temperatura do público, assim como disponibilizaremos álcool em gel e até mesmo máscaras descartáveis para quem chegar ao local sem o acessório de segurança", ressalta a produtora.

Programação

Na quinta-feira (26), a Cacompanhia de Artes Cênicas fará a abertura do evento com  a apresentação do espetáculo "O Palhaço de La Mancha", às 17h, na Orla de Itacoatiara. A obra tem classificação indicativa livre para todos os públicos. Já na sexta-feira (27), também às 17h, na Estação Óscar Ramos, quem se apresenta é a Cia de Atores Escalafobéticos com a peça "Bumboso - A história de um boizinho festeiro", um espetáculo de bonecos, direcionado ao público infantojuvenil.

No sábado (28) é a vez da Cia Trilhares e o espetáculo "Shakespeare para o seu tamanho", que será apresentado na Praça do Mirante às 17h. A peça apresenta uma releitura de um clássico do dramaturgo inglês, com foco no público infantojuvenil. Fechando a programação, no domingo (29) a Cia de Atores Escalafobéticos retorna à cena com "Miss Pé Rexé", uma comédia não recomendada para menores de 12 anos. O espetáculo será apresentado na Orla de Itacoatiara.

Oficinas e Workshops

Os artistas dos grupos e companhias convidados oferecerão ainda atividades acadêmicas que completam a programação da primeira edição do evento. Todas as atividades são gratuitas e contarão com a entrega de certificados aos participantes.

Na quinta (26), às 9h, acontece o workshop "A comédia e as transformações sociais", com o ator Eduardo Gomes, na Casa da Cultura, no Centro de Itacoatiara. Já na sexta (27) o palhaço, ator e diretor Jean Palladino coordena a oficina prática de "Iniciação à Palhaçaria", às 9h, na Estação Óscar Ramos.

No sábado (28), o artista itacoatiarense residente em Manaus, Wallace Abreu, fará um workshop falando sobre sua trajetória artística e a prática do teatro de rua. A atividade está marcada para iniciar às 9h, na Casa da Cultura. E no domingo (29), a atriz, diretora e professora de teatro Ananda Guimarães realizará uma oficina prática de "Jogos Teatrais", também às 9h, na Estação Óscar Ramos.

Homenagem

O Festival de Teatro de Rua do Amazonas homenageia a atriz, palhaça e diretora de teatro Selma Bustamante com a criação do Prêmio Kandura. Nesta primeira edição, o prêmio será concedido a todos os grupos e companhias convidados.

Selma Bustamante era natural de São Paulo, mas dedicou os últimos 23 anos de vida ao fazer artístico em Manaus, onde foi peça-chave nos movimentos de luta pelo fortalecimento do setor teatral. Foi uma das maiores incentivadoras das práticas da palhaçaria e do teatro de rua no Estado. A artista faleceu em 2019, vítima de um câncer.

"Não podíamos deixar a Selma fora disso tudo. Ela foi muito importante para chegar onde chegamos, e certamente se estivesse viva, ela estaria com um espetáculo nessa programação. A criação do Prêmio Kandura é então uma forma de agradecer por toda sua contribuição e também uma maneira de deixar sua memória viva entre nós", finaliza Izabel.

O primeiro Festival de Teatro de Rua do Amazonas é uma realização da Cacique Produções e conta com apoio da Prefeitura de Itacoatiara/ Secretaria de Cultura, Turismo e Eventos; Governo do Amazonas /Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa;  e Governo Federal/Ministério do Turismo/Secretaria Especial da Cultura.

 

 

...ASCOM