Terça, 24 Agosto 2021 07:41

Deficiência Intelectual e Múltipla em Sessão Especial

Avalie este item
(0 votos)

Assembleia celebra Semana Nacional numa programação especial

A Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) iniciou a progrmação da semana com uma Sessão Especial em alusão à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. O evento, realizado, nesta segunda-feira (23), no Plenário Ruy Araújo, que teve como tema ‘É tempo de transformar conhecimento em ação’, foi pautado na importância da estimulação precoce na primeira infância.

O autor da Sessão, deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas), disse que o trabalho é realizado para que a inclusão não seja apenas uma palavra, mas seja algo efetivo. “Toda criança com deficiência intelectual precisa de estímulos e, quanto mais cedo recebê-los, melhor para o seu desenvolvimento. Por isso, a importância de se compreender a estimulação precoce, inserida na pauta desta semana, para termos um olhar diferenciado para as milhares de crianças do Amazonas”, explicou.

A médica pediatra Adriana Loureiro falou sobre a importância do estímulo precoce na primeira infância. “O trabalho conjunto de psicólogos, terapeutas, pedagogos e fonoaudiólogos, trabalhando a linguagem verbal e não verbal é um investimento no desenvolvimento na primeira infância, que cria uma sociedade plena e desenvolvida às crianças com deficiência”, afirmou.

Preconceito

A influência do preconceito no atraso do desenvolvimento das crianças foi o tema abordado pela psicóloga Susane Anselmo.  Ela enfatizou sobre a questão do preconceito que, segundo ela, não está escancarado, mas está presente em todas as minúcias da vida comum das famílias que têm crianças deficientes. Citou ainda que existem falas que fortalecem a imagem de “inválida” das pessoas com deficiência. “Tenho um neto de seis meses que se desenvolveu graças ao desenvolvimento precoce. Com a estimulação precoce, a gente devolve à família a esperança que a criança terá uma vida normal. Recebo crianças que não andam, não falam e isso é fruto da falta de interação social e, no momento de estimulação precoce, um grupo de profissionais trabalha com dedicação para que ela se desenvolva.”, explicou.

Por sua vez, o deputado Sinésio Campos (PT) lamentou a falta de estrutura das creches municipais para receber as crianças deficientes. “Às creches devem ser dadas condições para receber essas crianças. Muitas sequer têm psicólogos, pedagogos. Os profissionais que se esforçam em ajudar esbarram na falta de estrutura do Estado”, apontou.

Durante o evento receberam certificados de Honra ao Mérito: Adriana Auzier Loureiro, médica pediatra; Jacy Alice Grande Odani, Doutora em educação e assessora pedagógica – gerência de Creche da Secretaria Municipal de Educação da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Susane Anselmo, psicóloga e Vanessa Calixto Veras, assistente social do Hospital da criança da zona Oeste.

 

Texto e foto: Diretoria de Comunicação

 

Secom Aleam