Sábado, 14 Agosto 2021 10:19

PATRIOTAS X SUJISMUNDOS

Avalie este item
(3 votos)

POR MARLEN LIMA

AINDA ESTAMOS LONGE DO ANO QUE VEM, SENDO 2022 UM ANO ELEITORAL, E ESPERA-SE QUE O povo amazonense conserte no voto o que se errou quando elegeu politiqueiros, e não reais políticos que trabalhem em prol de projetos para a população, em vez de projetos pessoais, familiares como podemos ver no lastimável mandato do senador Omar Aziz.

Hoje, maior vergonha cabôca, o que se presencia, desde já, é uma rivalidade nacional que chegou ao nível regional numa prometida disputa pelo Senado Federal, em 2022. 

Coronel Alfredo Menezes desta vez terá um apoio maior, mais expressivo de seu maior cabo eleitoral, o Presidente Bolsonaro.

Do outro lado, apesar que se duvide que ele venha para reeleição, já que sua rejeição é crescente, mas, Omar Aziz pode insistir em manter a candidatura de lutar pela sua cadeira no Senado, contando com o devastador apoio do ex-presidiário e ex-presidente Lula, e seu PT.

O povo amazonense já acompanha e se movimenta nas redes sociais, e fica claro a ojeriza que existe quando se trata de Lula, para muitos o maior ladrão do país, e mais o PTralha do seu partido, somado a isto um Omar, que preside uma CPI de forma torpe, truculenta, onde atua pelos interesses nada republicanos.

ALIANÇAS

Menezes teve uma votação expressiva em 2020, quando concorreu à prefeitura de Manaus, foi a maior surpresa do pleito, fez uma companha enxuta, trabalhou intensamente suas mídias sociais e “gastou a sola do coturno”, cresceu na reta final.

Coronel Menezes está com trânsito livre no governo do estado, onde o governador Wilson Lima tem feito gestos de aproximação com Bolsonaro. Com o prefeito David Almeida a relação é de total proximidade, este já declarou inclusive que está totalmente alinhado com o governo federal, portanto, deixou nas entrelinhas quem é o seu futuro candidato ao Senado.

BANDIDAGEM

O que se comenta é que Omar aposta que Lula será o seu principal aliado no estado, deve formar uma chapa de apoio velado com *Eduardo Braga, Silas Câmara, Marcelo Ramos, José Melo, Vanessa Graziotin* e outros nomes que compõe a esquerda no Amazonas.

Tudo indica que Omar terá grandes dificuldades para se reeleger, isto pode ser visto pela antipatia do povo pelo o seu nome, e o que tem representado no Senado e no cenário nacional. Senado difícil, alguém ainda diz que ele poderá vir à Câmara, também risco de insucesso.

Mais.

Omar tem como seu pior inimigo ele mesmo, já que sua carreira tem sido feito com uma política sórdida de atos espúrios, corruptivos, prisão de esposa, irmãos… 

Menezes é um candidato em franca ascensão política, animado por pesquisas internas que lhe colocam em primeiro lugar na disputa, Menezes terá neste contexto as três máquinas, federal com Bolsonaro, a estadual com Wilson Lima e a Municipal com o Prefeito David Almeida, trabalhando pela sua eleição, ele certamente vai chegar como favorito para a ganhar a única vaga ao Senado que estará disponível.

2022, sim, será um grande ano de mais mudanças!