Quinta, 15 Julho 2021 18:42

Escolas com Brigadistas

Avalie este item
(0 votos)

Todas as escolas da Prefeitura de Manaus contarão com brigadistas de incêndio

Até o início de 2022, todas as escolas da Prefeitura de Manaus vão ter brigadistas de incêndio. As mais de 500 unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed) terão o auxílio de servidores do próprio órgão, capacitados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas. A execução do projeto deve começar até o primeiro semestre do ano que vem.

 

A medida de prevenção atende à Lei 2.751, que obriga todas as escolas da rede pública municipal e da rede privada do município de Manaus a ministrar, periodicamente, treinamento adequado de evacuação em caso de incêndio, desastres naturais e estruturais, aos seus funcionários, professores e alunos, por intermédio de simulações. 

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, enfatizou que a principal ideia desse trabalho, que será feito de forma inédita,  é oferecer mais segurança a todos os profissionais e alunos da rede municipal. 

“Já tivemos alguns episódios com problemas elétricos que causaram ou influenciaram incêndios em escolas de Manaus, que tiveram que ser evacuadas sem a presença de um brigadista de incêndio, para dar o suporte necessário.  Portanto, será um trabalho de muita relevância e com esse programa implementado na rede, estaremos contribuindo muito para a segurança dos profissionais da educação e alunos em cada escola de Manaus, o que é uma prioridade na gestão do prefeito David Almeida”, frisou o secretário.

A ação está em fase de implantação e tem até 180 dias para o projeto começar de fato nas escolas. Até lá, serão realizados ajustes de pontos pertinentes à execução desse trabalho, como destacou o chefe do departamento pessoal da Semed, Thiago Correia.

“Ainda vai ter todo um alinhamento para a execução desse trabalho em nossas escolas e inicialmente será criada uma comissão, que vai estabelecer critérios e estipular datas para o início. E para efetivar essa parceria, estamos criando um termo de cooperação com o Corpo de Bombeiros do Amazonas, para recebermos esse treinamento”, explicou.

 

Lei
A Lei 2.751 foi sancionada pelo prefeito David Almeida no dia 10/7 e é fruto do Projeto de Lei 186/2021, de autoria do vereador William Alemão (Cidadania), que tramitou em regime de urgência e foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de Manaus (CMM). Com a justificativa de servir de apoio e alerta na prevenção de problemas como o ocorrido na enxurrada do último mês de maio, quando um prédio público foi atingido e o centro para imigrantes venezuelanos acabou destruído na capital amazonense.

Atuação
Será capacitado um servidor de cada unidade escolar do município, no curso brigada de incêndio, e este terá o papel de disseminar o que aprendeu  e proporcionar um ambiente mais seguro a todos os outros profissionais e alunos da escola.

Segundo a coordenadora de Treinamento da Semed, Ray Câmara, que é responsável por organizar e coordenar o cronograma das capacitações da rede municipal de ensino, o trabalho do servidor capacitado pelo Corpo de Bombeiros não está atrelado ao enfrentamento de incêndios.

“Esse servidor vai trabalhar sobre a demarcação de saídas de urgência e de pontos vulneráveis da escola, na instrução da criança em caso de sinistro, seja por fogo ou ocasionado por intempéries relacionadas à chuva, como vendaval ou alagação. O intuito é proporcionar dentro da escola maior segurança possível às crianças e fazer com que o tempo de resgate seja o mais curto possível”, explicou Ray.

 

 

— — —

Texto – Emerson Santos / Semed PMM

Foto – Alex Pazuello / Semed