Terça, 13 Julho 2021 14:09

Construção civil do Amazonas deve importar aço

Avalie este item
(0 votos)
Grande carregamento de aço importado por iniciativa de incorporadoras brasileiras chegou ao país semana passada, no Porto de São Francisco do Sul, em Santa Catarina. Com os altos preços do insumo no mercado nacional, a ação teve o intuito de garantir o abastecimento do material com um custo mais competitivo para as empresas, que ficou cerca de 5% abaixo do mercado brasileiro.

Em agosto, o Amazonas também contará com a Coopercon-AM (Cooperativa da Construção Civil do Estado do Amazonas) e aumentará as possibilidades de compras coletivas no segmento da construção civil, como foi feito no Rio Grande do Sul.

O diretor de materiais da Ademi-AM (Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Amazonas), Marco Bolognese, que está à frente da criação da cooperativa reforça que uma das primeiras iniciativas deverá contar com uma parceria para o carregamento de aço.

As entidades já fecharam um segundo lote de aço importado, com mais um navio de 20 mil toneladas, que deve chegar em setembro deste ano. E deve abrir a captação de volumes para um terceiro lote com data prevista de entrega do material para novembro.