Terça, 29 Junho 2021 09:18

FAUSTO JR VAI CITAR OMAR NAS 'MAUS CAMINHOS'?

Avalie este item
(1 Votar)

COMO RELATOR DA CPI DA SAÚDE NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO AMAZONAS (ALEAM), NO ANO PASSADO, agora, nesta terça, 29, o deputado Fausto Junior será ouvido pelos senadores da CPI da Pandemia. A reunião acontece agora pela manha, a partir das 9h.

Quem convoca para ser ouvido Fausto jr. é o senador Marcos Rogério (DEM-RO). Yal requerimento foi aprovado em 16 de junho. 

O senador afirma que, desde 2020, o governo do Amazonas é alvo de investigações coordenadas pela Polícia Federal referentes a fraudes em aquisições emergenciais e desvio de recursos públicos destinados ao enfrentamento da pandemia da covid-19.

Marcos Rogério observa que a CPI estadual foi instalada em maio do ano passado justamente para investigar a ocorrências de atos administrativos ilícitos durante a crise sanitária. 

OMAR SERÁ CITADO?

Agora, basta saber se Fausto Jr. vai expor o quanto se descobriu na CPI da ALeam, quando das investigações da PF, pela operação Maus Caminhos, o Governo de Omar Aziz, hoje senador e presidente da CPI do Senado, porém, aquele governo foi alvo de muitas investigações de desvios de recursos nas mais variadas áreas, e se confirmou desvio de milhões de reais, mais de 200 milhões só na Saúde, confirmadas pelas operaçoes da Polícia Federal, e até a esposa de Omar, a hoje deputada Nejmi Aziz foi presa, mais de uma vez.

O requerimento que originou a CPI da Saúde é de autoria do deputado estadual amazonense Péricles Rodrigues do Nascimento, que foi escolhido para presidir os trabalhos. Posteriormente, Fausto Junior foi escolhido relator.

PF prende mulher e 3 irmãos de senador do Amazonas

Recordar é viver: a prisão da esposa do senador Omar Aziz, presidente da  CPI da Covid.

Aqui, na época, Nejmi algemada dando entrada na cadeia

VENTILADORES

No requerimento, Marcos Rogério salienta que, após 120 dias, as investigações da CPI revelaram que autoridades, servidores públicos e representantes de empresas privadas se associaram com o intuito de obter vantagens patrimoniais indevidas. Além disso, de acordo com o senador, a CPI da Saúde teve atuação decisiva e complementar nas linhas de investigação do chamado “escândalo dos ventiladores pulmonares” comprados pelo governo do Amazonas por intermédio de uma loja de vinhos. 

“As irregularidades na aquisição emergencial dos ventiladores pulmonares deflagraram a Operação Sangria [da Polícia Federal], que teve início em junho de 2020 e atualmente está na quarta fase das investigações, onde se apuram irregularidades na construção do Hospital de Campanha Nilton Lins, em Manaus”, afirma o senador na justificativa. 

 

CONVITE

Inicialmente, Marcos Rogério havia apresentado requerimento de convocação do deputado Péricles Rodrigues, mas, em reunião no dia 18 de junho, o senador pediu que o pedido fosse transformado em convite. A data da audiência com ele ainda será marcada. 

Para o senador, os esclarecimentos dos dois deputados “serão de importância singular para que exponham suas atuações e conhecimentos sobre os fatos relacionados, o que, por si, justifica a convocação com o objetivo único de restabelecer a verdade”.

 

 

...

Com Fonte: Agência Senado