Terça, 15 Junho 2021 14:39

Zona Norte de Manaus receberá cestas de alimentos

Avalie este item
(0 votos)

O Instituto Cultural de Desporto e Lazer do Estado do Amazonas (ICDLAM) cadastra famílias dos bairros Alfredo Nascimento, Cidade de Deus e Aliança com Deus, no período de 14 a 18 de junho, para receber cestas básicas. O Instituto direcionou suas ações em 2021 para a formação de parcerias com órgãos públicos e a iniciativa privada a fim de minimizar o maior problema entre os seus atendidos: a fome.

Na primeira distribuição, que ocorreu no dia 12 de junho, o ICDLAM distribuiu 500 cestas básicas para moradores dos bairros Jorge Teixeira, Monte Sião Valparaíso e João Paulo, por meio da “Ação Emergencial-SOS COVID-19”, em parceria com a Prefeitura de Manaus.

Os atendidos, obrigatoriamente, deveriam ser moradores dos bairros contemplados e estar sem renda no momento. A autônoma Naiara recebeu a cesta com 22 itens de alimentos não perecíveis com alivio. “Tava difícil fazer um rancho desse tamanho, tudo caro. Agora, vou poder fazer feijão para comemorar o dia dos namorados”, relatou.

Próxima entrega
No dia 19 de junho, os voluntários do instituto (assistentes sociais, psicóloga, funcionários administrativos e ajudantes), estarão no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Ailton Roth, localizado na Avenida Marcos Cavalcante, Bairro Alfredo Nascimento, realizando a entrega de 400 cestas básicas no período de 9h às 14h.

“Não haverá cadastro no dia da entrega. Os interessados devem se dirigir à Rua Serra Mar n.º 34, antiga Rua 07, no bairro Alfredo Nascimento, em horário comercial, para se inscrever. É exigida a apresentação do RG, CPF, comprovante de residência, número do NIS ou cartão do bolsa família”, explicou Lenne Batista, diretora administrativa do instituto.

Pandemia e fome

A intensificação dos casos de contaminação pelo coronavírus levou a interrupção da atividade comercial para conter a disseminação do vírus. O período de restrição ocasionou no fechamento ou redução de inúmeros negócios com aumento significativo das demissões.

“Estamos priorizando os moradores que perderam o emprego ou que ficaram sem renda alguma por causa da pandemia. As cestas vão para famílias, que muitas vezes, não tem sequer o alimento do dia”, declarou Antônio Carlos, diretor geral do instituto.

O foco do ICDLAM são as atividades culturais, sociais e profissionalizantes, que desde 2011, beneficiam gratuitamente crianças, jovens e adultos. Por causa das restrições sanitárias, o instituto interrompeu momentaneamente o operacional.

“Priorizamos neste momento a vida. Em 2020, nossos voluntários levaram almoço e jantar para pessoas que ficavam na porta dos hospitais aguardando por notícias de seus familiares. Em 2021, como a economia ainda não se recuperou e muitos ainda sofrem com o desemprego e falta de recursos pessoais, estamos buscando parceiros para proporcionar o alimento na mesa dos amazonenses da periferia de Manaus. A comida fortalece o corpo e devolve a esperança”, finalizou João Gomes, presidente do ICDLAM.

 

...

ASCOM