Sexta, 30 Abril 2021 05:30

BANCADA NÃO ACEITA POSIÇÃO DA EQUIPE DE GUEDES

Avalie este item
(2 votos)

PLÍNIO COBRA DE GUEDES DEVOLUÇÃO E LIBERAÇÃO DE PROJETO DA FÁBRICA DA LG NA PAUTA DA SUFRAMA

EM MAIS UMA ENCONTRO COM A EQUIPE DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA, ONDE A BANCADA DO AMAZONAS TRABALHA para que o Estado não tenha perdas, mais perdas em ações que prejudicam o Amazonas, o senador Plínio Valério cobrou do ministro Paulo Guedes a reinclusão do projeto de R$ 325 milhões da LG Electronics do Brasil Ltda, na pauta do Conselho de Administração da Suframa (CAS) .

Segundo Plínio, mesmo com parecer técnico favorável, para surpresa de parlamentares da bancada do Amazonas e dirigentes da Zona Franca de Manaus, na reunião nesta semana com o secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, retirou abruptamente da pauta ordinária o projeto da LG, que pretendia diversificar suas linhas de produção mediante a fabricação de produtos no Polo Industrial de Manaus.

CONTRA O AM

Plínio criticou duramente a medida, e aventou a possibilidade de o representante de Guedes de estar a serviço do governo de São Paulo e da Sansung, que estariam contra a transferência da fábrica da LG de Taubaté (SP), para Manaus.

No polo de Manaus, a LG prevê a fabricação de microcomputadores portáteis, monitores de vídeo com tela de LCD e unidades digitais de processamento de pequeno porte com monitores de vídeo.

- "O senhor Carlos Costa, que representava o ministro da Economia Paulo Guedes, retirou de pauta, na marra, o projeto da empresa LG, que quer investir na Zona Franca de Manaus gerando desenvolvimento e mais empregos. Naquela linguagem do futebol: quer ganhar no tapetão. Retirou de pauta ao notar que ia ser aprovado, porque já estava com parecer aprovado. Retirou com truculência, o que é inadmissível. Das duas uma, ou o senhor Paulo Costa que representava o ministro Paulo Guedes, odeia a Zona Franca e, portanto, é contra os amazonenses, ou está a serviço do governo de São Paulo e da Sansung, que não querem que a LG traga sua fábrica de São Paulo, em Taubaté, para cá, para produzir microcomputadores e monitores de vídeo", disse Plínio Valério.

BANCADA VAI PRESSIONAR

O senador amazonense disse ainda que a bancada amazonense estará unida para reagir a mais esse ataque a Zona Franca de Manaus:

-"Quero dizer ao ministro Paulo Guedes e ao seu cupincha, que nós, do Amazonas, não os tememos. E se eles estão a serviço da Sansung, nós estamos a serviço do Amazonas e faremos o que for possível para reverter, para que liberem esse projeto o quanto antes . Se ele é truculento, nós vamos mostrar o que nós representamos para o Amazonas", avisou o senador amazonense.

 

 

...

Com Ascom Sen PV