Terça, 23 Março 2021 10:19

David Almeida fecha consórcio de vacinas

Avalie este item
(1 Votar)

David Almeida participa de reunião virtual que cria consórcio para adquirir vacinas

MAIS UM ENCONTRO VIRTUAL, E AGORA OFICIALIZOU A PARTICIPAÇÃO DE MANAUS DENTRO DO CONSÓRCIO DE VACINAS, e assim, o prefeito de Manaus, David Almeida se reuniu em assembleia geral com demais prefeitos do Brasil, nesta, segunda, 22, e assim, está criado o Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar) para a aquisição de pelo menos 20 milhões de doses de imunizantes contra o novo coronavírus e insumos para combater a pandemia.

A reunião, coordenada pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) serviu para dar início à nova etapa da organização, que já aprovou o estatuto do consórcio, garantindo a legitimidade das ações.

REPRESENTANTE DO NORTE

Indicado para ser o representante das cidades da região Norte no Conectar, David Almeida salientou a importância da união entre os governantes, para que o país consiga sair da pandemia.

Da saúde de Manaus, para diminuir o número de novos casos de infectados pela Covid-19, David Almeida frisou a importância da implementação da Campanha de Vacinação, coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e os decretos que auxiliaram a população a respeitar o distanciamento social.

“Tenho acompanhado o que está acontecendo no Brasil.  Peço que vocês (prefeitos) não flexibilizem o distanciamento social, para que não passem o que Manaus passou. Tivemos um grande problema, pela desobediência dos decretos de distanciamento. Porém, vivemos hoje uma nova realidade. O segredo de Manaus foi o distanciamento e a vacina. Não há outro segredo. Se não for feito isso, o povo do Brasil vai sofrer muito”, aconselhou Almeida.

VACINANDO PROFISSIONAIS

O prefeito revelou que Manaus já está prestes a concluir a vacinação dos profissionais de saúde e avançou no processo de imunização dos idosos com 60 anos ou mais.

Coordenada pelo presidente da FNP, o ex-prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizete, a assembleia também contou com a participação do ex-ministro e ex-presidente do STF, Ayres Britto; da representante da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), no Brasil, Socorro Gross Galiano; e de representantes de mais de 1.700 cidades brasileiras, que solicitaram a entrada no consórcio.

RECONHECIMENTO

Nesta reunião com prefeitos o Supremo Tribunal Federal (STF) participou e parabenizou a atitude tomada pelos membros da FNP que, em menos de um mês, conseguiram respeitar todos os prazos e criar o consórcio, que hoje conta com 1.731 cidades brasileiras.

Representante da Opas no Brasil, Socorro Gross informou que os órgãos internacionais estão dispostos a ajudar o consórcio em todos os processos de negociação para a aquisição das doses, tão importantes, para tirar o país da crise criada pelo novo coronavírus.

“Como organizações, temos uma longa tradição de trabalho em nível municipal. Consideramos que a saúde e o bem-estar sejam tratados onde a pessoa mora. Por isso parabenizamos a iniciativa. Esse consórcio desperta um interesse para nós, porque acontece no meio de uma pandemia, e a união dos prefeitos é importante para que possamos vencer esse momento, é muito importante. Nossa organização está com vocês nessa tão difícil situação”, concluiu.

ENCONTRO SEMANA QUE VEM

Os membros do Conectar voltarão a se reunir na próxima segunda-feira, 29, para realizar a eleição da diretoria e do conselho fiscal da organização. Além disso, o presidente do FNP, Jonas Donizete, deve informar as duas datas sugeridas pelo laboratório União Química, empresa que fabricará a vacina Sputnik V no Brasil, para que uma comitiva formada por membros do consórcio visite as instalações da fábrica, localizada em São Paulo (SP).

 

 

— — —

Texto – Thiago Fernando / Semcom PMM

Foto – Ruan Souza / Semcom PMM