Segunda, 28 Dezembro 2020 13:59

SAINDO DA POLÍTICA SEM SE INTIMIDAR COM FAKE NEWS

Avalie este item
(0 votos)

REDAÇÃO AgNORTE.com.br

Por Marlen Lima

Vivemos tempos mais que sombrios e não só por esta pandemia mundial em que o vírus chinês veio, surgiu, ou como muito se propagada nas redes sociais, o Coronavírus foi de forma maléfica criado na China, que tenta ser o grande dominante mundial. E neste contexto de se criar mal, vivemos a expansão das fake news, das notícias que servem ao propósito de denegrir, de mentir, de caluniar, de se inventar histórias, e isto tem sido mais acentuado no meio político.

Em mais um ataque orquestrado pelos inimigos do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), dep. Josué Neto, vem sendo atacado por material pseudo jornalístico, que o acusa de algo que ele não fez. Deturpando fatos,  e o deputado deixa claro, que "mais uma vez, um texto encomendado, uma matéria paga, que tem o único interesse de me atacar, achacar e caluniar. Esse projeto é do Governo do Estado, que chegou ao Parlamento no dia 28/11/19, entrou na pauta no dia 03/12/19, tramitou na Casa por dois dias, passou pelas Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR); Assuntos Econômicos (CAE); de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos (CGESP); e de Assistência Social e Trabalho (CAST). Foi à votação no plenário no dia 04/12/19 e recebeu 19 votos SIM pela sua aprovação. Coube a mim, como presidente da Assembleia Legislativa, garantir a tramitação do projeto dentro da constitucionalidade, o que foi feito”, assegura Josué.

E diante de mais um descalabro noticioso, falseado, Josué questiona - “Portanto, resta saber quem está por trás desses ataques? A quem interessa promover essa publicação falsa? Quem está pagando por isso? ", quer saber o presidente da Aleam.

Josué Neto que tem uma história ímpar na política, de forma ética, transparente tem atuado e tem reconhecido o seu trabalho, especialmente à frente da casa legislativa, afirma que que não vão lhe calar.

"Eu não vou me calar, nem me intimidar. Meu compromisso é com o povo do Amazonas. Estou no final da minha terceira gestão à frente da Assembleia Legislativa, sempre respeitando os ritos legislativos”, assegurou ele.

Mais, Josué diz que sempre que a justiça é chamada, a Aleam tem ganho de causa porque os trâmites feitos respeitam todo processo político, ético e legal. “Sempre que algum trâmite é questionado no judiciário, a Assembleia vence porque zela para que cada rito seja respeitado. Estou à disposição dos órgãos de controle. Estou a serviço do povo e de Deus e só a eles sou temente!”, finaliza JN.