Segunda, 30 Maio 2022 13:30

GOVERNADOR ‘SORRISO’ SE NEGA PAGAR APOSENTADORIA

Avalie este item
(0 votos)

VOCÊ PODE ESCOLHER UM GOVERNANTE QUE VIVE RINDO DE TUDO, OU SEJA, UM CRETINO ONDE TUDO ESTÁ BEM PORQUE ELE NSE IMPORTA COM NINGUÉM ALÉM DO UMBIGO DELE!

E, SIM, PARA O GOVERNADOR QUE VIVE A SORRIR DE TUDO E PARA TODOS É DESSE JEITO!

Diante disto, lembremos, os cretinos são assim, eles se fazem de surdo e mudo, e continuam rindo da sua cara…!

REDAÇÃO AGNORTE/POR MARLEN LIMA

Denarium que vive sorrindo é assim…Para uns ele é um ‘escroto’ que quando cobra o seu ‘dinheiro’ deixa o sujeito cobrado até sem casa…Mas, o governador é também ‘sonso’, ou seja, aquele camarada que se faz de leso, porém, de leso ele não tem nada!

O governador, então, é sonso sorridente que se faz de bom moço, mas não é!

Prova disto não são só as mazelas que vemos na saúde do Estado, especialmente nos hospitais, mas, na infraestrutura…Agora o pior é ver que o governador simplesmente se nega a pagar uma dívida que é do Estado, um pagamento para que o servidor tenha seu pedido de reserva remunerada, ou seja, sua aposentadoria com as devidas verbas rescisórias legais a serem pagas.

O servidor tem este direito, que Denarium lhe tem negado!

Olha só!

Em Roraima quando homens e mulheres que são oriundos da Polícia Militar, bem como do Batalhão Militar de Bombeiros do Estado, que após mais de três décadas cumprindo os seus deveres com Roraima chegam a esta reta final com suas aposentadorias, porém, uma determinação, segundo fonte palaciana, do governador impede que os processos para o recebimento das rescisões não sejam efetivadas, a não ser que cada militar, insatisfeito, recorra à Justiça.

Ou seja, algo legal e de direito trabalhista do militar em receber junto com sua aposentadoria as verbas rescisórias acrescidas, isto para Denarium é algo muito alto, ele teria dito que o valor, mais de 250 mil reais seria um preço muito caro a ser pago, e diante disto ele diz que não pagaria, a não ser que assim a Justiça mande pagar.

MEDO DE REPRESÁLIAS

Em questão, aqui, termos militares que preferem não revelar seus nomes, que fazem seus pedidos de reserva remunerada, o que seria o equivalente a aposentadoria, acrescido nisto o pagamento de suas verbas rescisórias.

Sabemos que alguns militares estão procurando este beneficio há quase 03 meses, mas, ficam sem receber uma justificativa do Governo Denarium, que prefere o silencio a se comunicar com estes servidores, que durante décadas atuaram pela defesa e proteção do Estado.

Ou seja, o processo rescisório não anda! 

São mais de três meses de uma longa espera para saber se receberão ou não os seus direitos.

São militares que cumpriram com o seu dever social, trabalhando de forma dedicada, mas, hoje recebem este tipo de tratamento do Governo Denarium.

E aí fica a pergunta - merece este cidadão ser reeleito?