Terça, 22 Fevereiro 2022 16:23

TODO BANDIDO TEM 'UM MOMENTO' DE VERDADE

Avalie este item
(0 votos)

FOI UMA SESSÃO EM QUE O DITO POPULAR DIRIA - 'O SUJO FALANDO DO MAL LAVADO'...DIRIA MAIS, O QUE SE VIU NA ALE DE HOJE, 22, é um dos piores políticos de Roraima, um dos maiores corruptos, um doente pelo poder falar, em um momento de verdade, de lucidez falar quem é Denarium ontem, hoje. Este é Jalser Renier que falou muitas verdades neste dia.

A psicanálise explicaria isto como pequeno momento de lucidez, de sanidade mental quando o ladrão reconhece outro, e após sugar o que podia com seu bando, agora, hoje vivendo em desgraça resolve expor toda a sujeirada, resolve falar as verdades do governador e do seu Governo.

Assim foi o discurso de Jalser Renier da Tribuna, onde ele entre algumas verdades falou quem é em parte Antonio Denarium - empresário rico, e governador sonso, que vive sorrindo, vive achando graça em tudo.

É verdade por exemplo quando Jalser afirma em apontar um governador que é chamado pelo povo, mais ainda é reconhecido na política, pelos seus aliados como 'agiota'. Homem que viveu ou vive, ou teve, segundo Jalser, e a boataria na cidade fala, que emprestava dinheiro a juros, altíssimos, e quem não pagava o que devia tinha o seu bem (ou bens) tomado.

Fato.

Mais fato ainda é quando Jalser diz - mais uma verdade - "Ele nunca tomou a casa do Luciano Castro, não!, Nunca tomou!". 

E, aqui, é uma prova de quando os ladrões, os sujos se unem, se perdoam, porque só a politicagem imunda pode reunir o que se tem de pior, e o Governo Denarium, entre os seus muitos erros, e pecados, já teve ao seu lado o Rato Jalser, onde este posava ao lado do governador, e mandava em secretarias, e assim como Renier, Denarium tem gente suja, tanto ontem como hoje ao seu lado. Prova disto é Luciano Castro, que em desespero e vaidade da vida tenta voltar ao cenário da política com um possível mandato a deputado federal, e para isto se juntou ao seu algoz do passado, já que Jalser não mente ao afirmar o que disse acima. Luciano teve sua casa, uma delas, tomada pela agiotagem. 

Mais.

Sim, poderá ser mais uma verdade a se concretizar quando em outubro o povo não eleger para um segundo mandato este governador, e muito pela insatisfação do povo que se alonga por quatro anos de incompetência em administrar, em fazer real política com respeito a sociedade de Roraima.

Denarium como apontam inúmeras pesquisas deve ser defenestrado do cargo porque algo que ele não consegue derrubar, e é isto que o derrubará, que é dentro do povo a esperança em acreditar que o Estado tem, sim, um nome que pode dar ao seu povo o que ele merece ter - respeito, planejamento e organização de como saber administrar Roraima, e seus recursos.

Mas, Jalser neste momento de lucidez, e de profetização diz - “O povo vai tirar esse agiota no primeiro turno”.

CORAGEM EM FALAR OU 'BURACO VOU, NÃO VOU SOZINHO'

Sem mais medos do que vai vir, Jalser age como aquele condenado que sabe que o seu fim já está certo, e decide expor as verdades nuas e cruas.

Ainda que Jalser credite em Denarium sua possível cassação, nisto ele também não erra no todo, mas, o sonso realmente o quer fora da política, porém, a real também são muito das suas ações que o empurram para a cassação, isto porque o próprio parlamento se cansou dos rompantes doentios de Jalser, e de sua politicagem - também cansaram promotores, juízes, e demais autoridades.

MÁQUINA $$$ DE ONTEM E HOJE

Porém, ciente de sua queda, Jalser age para derrubar também aquele que tem a máquina para poder 'azeitar' coisas, como ele antes 'azeitava', e daí ele culpar Denarium e sua máquina estatal. Por isso ele disse que na ALE ninguém tem sua coragem de chamar o governador de 'agiotazinho'. 

“Eu quero que alguém defenda o governador, aqui. E sabe porque ninguém defende? Porque ele é um agiotazinho safado”, afirma Renier.

Outro libelo de Jalser Renier hoje é que ele, como governista que foi um dia, e como também fazia quando presidente da ALERR, obrigando o legislativo a se curvar diante de sua loucuras, e politicagens, ele afirma que assim é feito no Governo Denarium.

“O povo vai tirar esse agiota no primeiro turno. Não vai ter nem dois turnos em Roraima. Esse agiota tá iludido com fotos e vídeos que ele obriga os servidores públicos a fazer e a postarem as coisas do governo. Eu tenho informações de que até deputados ele obriga a colocar a foto dele no WhatsApp”, esbravejou da Tribuna, o que é chamado de maior rato da política de Roraima.

TIRO PARA TODO LADO

Jalser tem dito em palavras cruas que até o marido da Procuradora-Geral do Ministério Público de Roraima (MPE/RR) é nomeado no Governo Denarium - com um salário que passaria de 20 mil reais.

Conforme o deputado kamikase é por conta disto que o MPE não investiga os casos de “gafanhotagem”, que ele afirma existirem no Executivo Estadual.

Alguém duvida?

Prova ou não do que Jalser diz, a verdade é que está lá, no portal de Transparência do Governo, marido X, um certo arquiteto recebe R$ 20 mil de salário pela Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima).

Um eterno local chamado de cabideiro de cargos para os aliados governistas.

FALA BAIXO OU NÃO FALA NADA...

O silêncio de certas autoridades, e da própria justiça é de fato um assombro, que não é de hoje. Porque quando Jalser era presidente do parlamento também se via tal ato de se silenciar, parte de alguns promotores - onde logo se espera homens e mulheres probos.

Muito sério o que Jalser acusou hoje, 22, e mais sério tem que ser a atitude da justiça, e em si deste parlamento em cassá-lo, e mandá-lo para que a justiça possa prendê-lo. Algo que ele conhece bem!

Porém, não é só Jalser que deve ser processado e condenado a ir para a prisão!

Veremos o que vem nos próximos capítulos desta fatídica série de politicagens e sua lavação de roupa suja!