Quarta, 25 Março 2020 15:08

HOSPITAL DE CAMPANHA CEDO OU TARDE?

Avalie este item
(0 votos)

REDAÇÃO AgNorte.com.br

Procurando tomar algumas dianteiras à frente do impacto desta pandemia de coronavírus, o Governo Denarium começa a gastar tempo e recursos para dar vazão a uma forte preocupação desta expansão do convid-19 no Estado.

Porém, a instalação de um Hospital de Campanha, que deverá ser montado no Estádio Canarinho, servirá para atendimento aos pacientes, que ainda podem ter, isto de fato deve ser levado em consideração neste exato momento?!

Apoiado por um parecer favorável de uma promotora do Ministério Público, Governo Denarium diz que a construção do Hospital de Campanha contará com uma equipe clínica médica e especialidades e funcionará 24 horas.

“O trabalho é contínuo, uma vez que o objetivo da gestão é atender a preocupação do governador Antonio Denarium de garantir a reestruturação da saúde e assegurar ao povo macuxi, bem como às pessoas que escolheram Roraima para viver, a segurança de que podem confiar no SUS [Sistema Único de Saúde]”, ressaltou Francisco Monteiro, secretário de Saúde do Estado, que esteve no Canarinho ao lado da promotora Jean Sampaio.

EXCESSO OU NÃO

Para a população todo cuidado neste momento é importante, mas, ainda se vive um cenário muito, muito longe do caos, daí, o presidente da República Jair Bolsonaro ter ido à tv, e demais meios de comunicação, na noite destes terça, 24, anunciar que o coronavírus tem sido combatido, por todos, determinações importantes e essenciais pelo Governo Federal, porém, há necessidade de estados e municípios terem mais cautela, e trabalhar sem disseminar pânico na população, isto por conta de atitudes intempestivas e exageradas no combate ao covid-19, que hoje requer é que todos fiquem mais em casa, não saiam sem a devida necessidade.

No Estado vizinho, Amazonas, por exemplo, a respeito da idéia de se construir, agora, em algum estádio de Manaus um hospital de campanha foi rechada pelo Governo Wilson Lima, que entende que mexer com isto agora não precisa porque o Amazonas não tem casos ou suspeitas que levem tomar tal atitude.

Hoje, em Manaus tem 47 casos confirmados de covid-19, e um óbito, que aconteceu nesta terça, 24, de homem que veio do Interior, 49 anos, e tinha quadro de hipertensão arterial sistêmica.

Lembrando que Roraima possui 52 notificações para o covid-19. Destes, 8 foram confirmados, 16 são suspeitos, 28 foram descartados.