Segunda, 13 Janeiro 2020 12:14

Em fevereiro tem São Raimundo x Cruzeiro

Avalie este item
(201 votos)

Durante visita técnica às obras de reforma do Estádio Flamarion Vasconcelos, o Canarinho, na manhã deste sábado, 11, o governador Antonio Denarium confirmou a inauguração do palco esportivo para o dia 13 de fevereiro, na partida entre São Raimundo e Cruzeiro, pela Copa do Brasil. O anúncio foi feito na presença da imprensa, autoridades civis e militares, representantes das Federações e de clubes de futebol de Roraima.

Iniciada em 2012 e paralisada inúmeras vezes ao longo de sete anos, coube ao governador Antonio Denarium concluir a obra de reforma do Canarinho, a principal arena do Estado, que no novo projeto, terá cerca de cinco mil modernas cadeiras para o público, em substituição às arquibancadas de concreto.

A atual gestão herdou cerca de 50 obras paralisadas e abandonadas no Estado, sendo a do Estádio Canarinho a mais emblemática e que estava apenas 70% concluída, após todos esses anos.

Em junho de 2019 o governador assinou a ordem de serviço para a retomada da obra e agora, ela finalmente será entregue à população roraimense. Além da conclusão da obra do Canarinho, Denarium também anunciou a reforma do Ribeirão.

“A obra do Estádio Canarinho foi anunciada para ele ser usado como subsede na Copa do Mundo de 2014. Não saiu, vamos deixar tudo pronto para o jogo do São Raimundo e Cruzeiro pela Copa do Brasil. Pegamos uma situação de muitas obras paradas e temos o compromisso de finalizar todas. Além disso, vamos reformar o Estádio Ribeirão para ser usado pelo futebol amador”, afirmou o governador.

NA REAL 10 ANOS

Se contar o tempo em que o a obra do Novo Canarinho estava no papel, quando virou convênio em 2010, são dez anos de espera.

Hoje 95% concluída, a obra avança para a sua conclusão, segundo o secretário Edilson Damião Lima.

“A obra do Canarinho entra em uma fase importante com a instalação das cadeiras. O gramado passa por reforma e ganhará um novo “tapete”, que contará com drenagem e irrigadores modernos. Parte dos refletores estão sendo instalados em uma nova área, na cobertura do estádio. São cerca de 100 homens trabalhando para concluir a obra”, afirmou o secretário.

O presidente da Federação Roraimense de Futebol, Zeca Xaud, que esperava um novo estádio há dez anos, falou sobre a expectativa em ver a volta da torcida roraimense aos jogos no Estádio mais importante do Estado, modernizado e voltando a ser opção de lazer, contribuindo para a evolução do futebol de Roraima.

“É vantagem para o torcedor que terá conforto e para os jogadores, que com um campo bom terão condições melhores para jogar futebol. Será a volta da torcida roraimense aos jogos, O governador pegou esse bastão [analogia a uma corrida de revezamento] e vai conseguir concluir essa obra tão importante para o futebol roraimense”, destacou Xaud.

O presidente do São Raimundo-RR, Sérgio Caranguejo, viveu a triste rotina nos últimos oito anos [período de frequentes participações do Mundão em competições nacionais] de não saber se teria casa pra jogar. Ou, pior, teve que exercer o mando de campo em Manaus, Amazonas. Sem falar a estranha história de jogar sem torcida.

“Nós jogamos umas duas Copa do Brasil com portões fechados. Isso prejudica demais o clube, os jogadores, a torcida. Agora estamos confiantes que isso vai acabar e na expectativa de ver o São Raimundo jogando contra o Cruzeiro no nosso Canarinho”, afirmou Caranguejo.

Participaram da visita técnica ao Canarinho os senadores Chico Rodrigues e Mecias de Jesus, os deputados federais Jhonatan de Jesus e Otaci Nascimento, o presidente da Assembleia Jalser Renier, além dos deputados estaduais Renan Filho e Jeferson Alves, assim como secretários estaduais.

Veja o que mais tem no Canarinho

O Estádio Canarinho conta ainda com 2 depósitos; 1 sala para administração; 4 salas para federações; 1 sala para equipe de imprensa; 5 conjuntos de banheiros para o público; 1 conjunto de banheiros para profissionais em geral; 12 bares/lanchonetes; Acesso por rampas laterais e elevador, possibilitando o total acesso a cadeirantes; Sistema de irrigação do campo; e Sistema de iluminação composto por 200 luminárias de 1000w. Há também urbanização externa e sistema de iluminação com postes e luminárias alimentados por energia solar.

INVESTIMENTO

Foram investidos até o momento, com reajustes, pois trata-se de uma obra antiga, o valor total de R$ 33.689.217,48. Os recursos são Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com R$ 7.394.594,99 de contrapartida do Governo de Roraima.

Serão pagos ainda em torno de R$ 4 milhões até o final da obra.