Quinta, 31 Outubro 2019 13:34

Boa Vista terá Usina de Energia Solar

Avalie este item
(1 Votar)

Por Naira Sousa

A prefeita Teresa Surita assinou nesta quarta-feira, 30, a Ordem de Serviço para a implantação da Usina de Energia Solar (fotovoltaica) do Teatro Municipal de Boa Vista. O teatro será o primeiro da Amazônia abastecido com uma energia limpa e renovável, contribuindo para a redução dos efeitos do aquecimento global, além da economia de recursos públicos.

A usina de geração fotovoltaica será construída no estacionamento do teatro e terá capacidade para gerar 130 MW por mês, abastecendo toda a estrutura e proporcionando uma economia de R$ 80 mil mensal. Com o consumo de energia não poluente, deixarão de ser lançados na atmosfera 937.125 kg de gás carbônico (CO2) por ano. Seriam necessárias 75 mil árvores para retirar essa mesma quantidade de gás carbônico da atmosfera.

A prefeita Teresa Surita ressaltou que a utilização da energia solar já é uma realidade em Boa Vista, pois vários prédios públicos são abastecidos por este tipo de energia e os impactos nos cofres públicos reduziram devido a diminuição no pagamento da conta de energia.

“Temos cinco pequenas usinas espalhadas pela cidade. Em Boa Vista, temos sol a vontade, ou seja, condições de investir em energia solar e diminuir o valor da conta que é muito alta. A nova usina vai atender toda estrutura do teatro. As obras já iniciaram, o valor do investimento é de R$ 4,9 milhões em recursos próprios e o investimento feito nos projetos é recuperável em 5 anos. E o melhor, cada painel tem o tempo de vida útil mínima de até 25 anos”, explicou Teresa Surita.

Desde 2017, quando a prefeitura deu início à política de geração e consumo de energia limpa e renovável, Boa Vista já economizou R$ 771.123,23 na tarifa atual, ou seja, a prefeitura deixou de pagar esse valor em energia elétrica. A energia é consumida internamente e o excedente vai para a rede elétrica, retornando à noite ou nos horários que não há sol, inclusive para outros prédios.

Os prédios públicos que são abastecidos por energia solar: Terminal Luiz Canuto Chaves, Mercado São Francisco (envia excedente para o Hospital da Criança), Palácio 9 de Julho, Secretaria de Serviços Públicos e Meio Ambiente (abastece os abrigos comuns de ônibus), 72 abrigos de ônibus climatizados e uma mini usina de energia fotovoltaica que abastece a Comunidade Indígena Darora.

Saiba da importância de gerar energia limpa – Em agosto de 2018, a humanidade entrou em déficit com o planeta. Segundo a ONG Global Footprint Network, pouco depois da metade do ano, já usamos mais recursos de terra e mar do que o planeta pode regenerar em um período de 12 meses e a quantidade de emissão de CO2 compõe mais da metade da demanda sobre a natureza.

Compromisso - Em 2017, A Prefeitura de Boa Vista aderiu ao Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia (Global Covenant of Mayors for Climate & Energy) para promover o engajamento de lideranças locais em ações de enfrentamento à mudança do clima.

Em resumo, é o compromisso voluntário para planejar e agir no território com o objetivo de reduzir emissões, se adaptar à mudança climática e promover o acesso à energia sustentável.

A capital também aderiu ao programa Cidades Sustentáveis, adotando uma série de práticas eficientes voltadas à melhoria da qualidade de vida da população, desenvolvimento econômico e preservação do meio ambiente.