Sexta, 21 Janeiro 2022 10:09

Mortes por covid, sem vacinação

Avalie este item
(0 votos)

COVID-19 - Dez óbitos são registrados nos primeiros dias de janeiro em Boa Vista

Destes, seis pessoas não estavam vacinados com nenhuma das doses dos imunizantes disponíveis à população

Por Shirleia Rios

Dados da Secretaria Municipal de Saúde apontam que no mês de janeiro ocorreram 10 óbitos confirmados em decorrência da covid-19 em Boa Vista. Destes, seis pessoas não estavam vacinadas.  Duas tinham somente a primeira dose da vacina. E duas (idosas e com comorbidade) estavam com esquema vacinal completo, sendo uma com a dose de reforço.

A prefeitura segue dando continuidade à vacinação contra a covid-19 em Boa Vista. Reforça a importância da imunização para aqueles que ainda não se vacinaram. Hoje, são disponibilizadas 22 UBS´s e dois pontos drives–thru para vacinação contra a covid-19.

“É importante que a população busque se imunizar contra a covid-19. A vacina é um meio de proteção. Ela não vai impedir que se pegue a doença, mas vai diminuir os riscos de agravamento e óbito pela doença. Por isso, é importante todos nós estarmos vacinados, além de manter os cuidados necessários”, destacou a superintendente de vigilância em saúde, Francinete Rodrigues.

Cuidados - A prefeitura reforça ainda que a população precisa continuar mantendo os cuidados e respeitar as recomendações para evitar a disseminação do vírus, como: o uso de máscara, lavar as mãos com sabão, uso de álcool em gel, manter os ambientes ventilados, não tocar olhos e boca constantemente, evitar aglomerações e locais fechados, além de aderir a vacinação contra a gripe e covid-19.

A prefeitura disponibiliza 8 UBS´s para atendimentos exclusivo de casos de síndrome gripal e covid-19. São elas:

UBS Olenka Macellaro (Caimbé) - Av. Mário Homem Melo, 5075

UBS Mariano de Andrade (Caranã)  - Av. Deco Fonteles, nº 264

UBS Délio Tupinambá (Nova Cidade) -  Av. Belo Horizonte, nº 178

UBS Aygara Motta (Cidade Satélite) - Rua J, 256

UBS Lupércio Lima (Pintolândia) - R. Nazaré Figueira c/ Laura Pinheiro Maia, s/nº

UBS São Vicente - Av. Presidente Castelo Branco, nº 1875

UBS Silvio Botelho (Paraviana) - Av. Minas Gerais, 512

UBS Equatorial - Rua Manoel Aniceto Pontes, 96E

Vacinação infantil – A vacinação para crianças de 5 a 11 anos também já ocorre na capital. As primeiras a receber a dose do imunizante são crianças as que tem alguma comorbidades ou deficiência, seguindo os critérios de priorização estabelecidos no Plano Nacional de Operacionalização da vacina (PNO), do Ministério da Saúde.

Para a imunização das crianças está sendo utilizada a vacina pediátrica da Pfizer, repassadas aos municípios com dosagem específica para este público. A aplicação foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com intervalo de 8 semanas entre a 1° e 2°.

Critérios para vacinação – As crianças devem estar acompanhadas por pais ou responsáveis, manifestando sua concordância com a vacinação. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito.

As crianças são atendidas por ordem de prioridades, nos seguintes dias:

18 a 25/01 – Crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente ou comorbidades

26/01 a 02/02 – 11 e 10 anos

03/02 a 10/02 – 9 e 8 anos

11/02 a 18/02 – 7 e 6 anos 

21/02 – 5 anos

A prefeitura disponibiliza para essa campanha infantil, nove unidades básicas de saúde, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. São elas:

UBS Hélio Macedo – Rua Joca Farias, 2199 (Jardim Caranã)

UBS Dalmo Feitosa – Rua Austrália, 700 (Cauamé)

UBS Ione Santiago – Av. Sebastião Diniz, 115 (São Pedro)

UBS Jorge André Gurjão – Rua CC-24, 341 (Laura Moreira/Cidadão)

UBS Arminda Gomes – Rua José Airton de Almeida, 422 (Jóquei Clube)

UBS Santa Luzia – Rua Abel Moreira Reis, 1786 (Pintolândia)

UBS Buritis – Rua Raimundo Figueiras, 661 (Buritis)

UBS Raiar do Sol – Rua das Estrelas, 672 (Raiar do Sol)

UBS Mecejana – Rua Pavão, 195 9 ( Mecejana)

 

 

SECOM PMBV