Terça, 23 Março 2021 08:54

Arthur oficializa consórcio para compra de vacinas

Avalie este item
(1 Votar)

Com Ceiça Chaves

O PRIMEIRO PASSO FOI DADO PELO PREFEITO ARTHUR HENRIQUE, QUANDO JUNTO A FRENTE NACIONAL DO PREFEITOS (FNP) ACERTOU a participação de Boa Vista para participar da compra de vacinas, direta dos laboratórios.

Agora, após o segundo quando os vereadores aprovaram na Câmara projeto, que deu ao prefeito Arthur autorização para participar do consórcio, nesta segunda, 22, na primeira Assembleia Geral do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (CONECTAR), tudo foi oficializado.,

Arthur Henrique destaca que é mais um momento histórico para Boa Vista. O consórcio liderado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) aconteceu via canal oficial da FNP, no Youtube, ao vivo.

Com a Lei autorizativa aprovada pelos vereadores, Boa Vista já está entre os 3 mil municípios habilitados a participarem do consórcio. A medida tem como objetivo acelerar a aquisição de vacinas contra a covid-19. 

“Hoje os prefeitos se unem para garantir que as prefeituras tenham autonomia para adquirir as vacinas com uma maior agilidade. Atualmente dependemos das distribuições feitas pelo Governo Federal. No consórcio, teremos a liberdade de construir nosso próprio calendário de vacinação”, garantiu o prefeito, disse Arthur Henrique.

UM MARCO PARA CAPITAIS

Para Jonas Donizette, presidente da Frente Nacional dos Prefeitos, o Consórcio Conectar hoje passa a ser uma realidade. “Estamos indo além das nossas obrigações, porque a nossa obrigação, enquanto prefeitura, é fazer a aplicação da vacina. Só que agora diante dessa inércia, da dificuldade de chegar as vacinas nos municípios, nos unimos e representamos hoje, praticamente, metade da população brasileira", disse.

O CONECTAR tem por finalidade a aquisição de vacinas; medicamentos, insumos, serviços e equipamentos de saúde. Cerca de 3 mil prefeituras manifestaram interesse e 1731 já enviaram as leis municipais aprovadas.

Os recursos para compra das vacinas poderão ser disponibilizados de três formas: por meio dos municípios consorciados, de aporte de recursos federais e de eventuais doações nacionais e internacionais. Liderado pela FNP, o consórcio dará suporte aos municípios caso o Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, não consiga suprir a demanda nacional.

VOTAÇÃO

Na reunião, além da instituição do Consórcio para a aquisição de imunizantes e medicamentos para controle da pandemia do coronavírus e suas variantes, também ocorreu a votação para a aprovação do Estatuto.

A próxima assembleia já está prevista para a próxima segunda-feira, 29, quando será eleita a Diretoria e o Conselho Fiscal do Conectar.

 

...

Semcom PMBV