ban pref maio

PARQUE RIO BRANCO, O NOVO CARTÃO POSTAL

...Prefeita Teresa Surita anuncia projeto de revitalização do Caetano Filho...

REDAÇÃO AgNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Um projeto audacioso, que dará em definitivo um novo contorno para uma parte problemática da cidade, e que após esta restauração será mais um cartão postal de Boa Vista. Trata-se do projeto Parque Rio Branco. Ele foi detalhado nesta sexta, 14,pela prefeita Teresa Surita, em coletiva com a imprensa, no Palácio 9 de Julho.

Teresa apresentou o projeto de revitalização de parte do bairro Caetano Filho, que será uma área de preservação ambiental, próximo ao rio, e que não há nenhum prédio histórico, com previsão de início das obras para janeiro de 2018. Assim que a parte jurídica, de tramitação do processo licitatório, for concluída.

Exibindo Coletiva para apresentar Projeto de revitalização do B. Baetano Filho foto Jackson Souza (2).jpg

O Parque Rio Branco tem a assinatura do arquiteto Claudio Nina, que projetou a área de lazer na praia de Ponta Negra, em Manaus (AM). Segundo Teresa, o projeto macuxi contempla a elevação da avenida Sebastião Diniz, a canalização do córrego Caxangá, obra de macrodrenagem, ajuste do nível para prevenção de enchentes, instalação de equipamentos que promovam a atração do público e turística no local, marina flutuante, cortinas d’água, calçadão e espaço para construção de prédios administrativos.

“Estudamos as condições técnicas de viabilização e os benefícios que a obra trará. O local foi pensado para receber a cheia do rio sem prejuízo à estrutura”, destacou o arquiteto. "A área será totalmente revitalizada. Mais um ponto turístico que a cidade de Boa Vista ganhará".

ESPECIAL

Como de praxe, e em especial por ser uma obra grandiosa, Teresa destacou o empenho de seu maior aliado político, que tem trazido os mais importantes recursos para Boa Vista, o senador Romero Jucá, “essa é uma obra grande, de geração de emprego e renda, que vai mudar a cara da cidade. Vamos ter um aquecimento no comércio, no turismo e oferecer outra condição para a população, que ganha qualidade de vida, opção de lazer. É uma obra diferenciada, difícil de fazer, mas que vai trazer outra realidade para essa parte da cidade. Tenho que agradecer ao senador Romero Jucá que garantiu o recurso para a execução da obra e que é um grande parceiro das ações da prefeitura”, garantiu a prefeita.

Exibindo marina-flutuante.png

BEIRAL

No local, que virá o Parque Rio Branco, existe 242 imóveis, que serão desocupados no prazo de até seis meses. A equipe do 'Braços Abertos', no primeiro momento, está recebendo os moradores por demanda espontânea e analisando cada situação individualmente, explica a prefeita.

Teresa assegura que as famílias retiradas serão indenizadas e, as que estiverem dentro do perfil serão realocadas para o programa 'Minha Casa Minha Vida', no bairro Laura Moreira, na zona Oeste da cidade. O local terá o padrão do conjunto Pérola e contará com asfaltamento, drenagem, calçadas, iluminação e toda infraestrutura.

“Nenhuma família será retirada sem que haja um acordo. A prefeitura está trabalhando com uma equipe que envolve a Emhur (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional), a Secretaria de Finanças, a Gestão Social, a Procuradoria, o Braços Abertos, para que tudo esteja dentro dos conformes. Uma equipe altamente capacitada para qualquer tipo de discussão”, esclareceu Teresa.

Exibindo cheia-media.png

A prefeita informou ainda que as intervenções já começaram e agora será iniciado o trabalho de limpeza da área. “É um trabalho para que não haja outra ocupação indevida, tendo em vista que a maioria dos moradores não tem título definitivo, também já preparando a área para a obra. Estamos trabalhando nesse projeto há mais de um ano e todo levantamento foi feito com muito cuidado”, frisou.

DIFERENTE

Diferencial das casas onde as famílias serão instaladas: 50 metros de área construída com laje, garantindo segurança, conforto térmico e possibilidade de ampliação; 2 quartos, banheiro, sala de estar, cozinha e área de serviço.

Os que vivem em casas alugadas, até o fim das obras receberão auxílio moradia com o Aluguel Social. O Bolsa Aluguel Social varia de 600 reais a 1.200 reais conforme cada caso analisado. Os atendimentos à população se iniciaram no dia 7 de julho no CRAS São Francisco, localizado no bairro Calungá. Mais de 140 famílias já foram atendidas e 80 acordos já foram fechados.

...

Com Semcom PMBV

Acesse mais informações no Portal de Notícias da Prefeitura de Boa Vista.

Siga o Twitter @PrefeituraBV e curta a página facebook.com/prefeituradeboavista

parente fm

Banner Web GovAM Malaria 1140x113

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM