Terça, 28 Junho 2022 10:45

MULHERES DA EDUCAÇÃO RECEBENDO HOMENAGENS

Avalie este item
(0 votos)

Escolas de Brazlândia podem receber nomes de mulheres dedicadas à causa educacional na região...O deputado Iolando enfatizou que a proposta das homenagens partiu da própria comunidade escolar de Brazlândia e destacou a dedicação das três homenageadas em prol da causa educacional

O projeto de lei nº 2.781/2022 trata da denominação do Centro de Ensino Especial 01 que passará a “Centro de Ensino Especial Professora Luciene Spinola”; o PL nº 2.782/2022 dispõe sobre a Escola Classe Polo Agrícola da Torre que será denominada “Escola Classe Maria da Torre”; e o projeto de lei nº 2.783/2022 muda para “Escola Classe Professora Claudete Rossi” o nome da Escola Classe 01 do INCRA 08.

Estes três estabelecimentos da rede pública de ensino localizados em Brazlândia, acima, poderão receber os nomes de duas professoras e de uma líder comunitária, que se dedicaram à causa educacional naquela região.

Isto foi debatido nesta segunda, 27, numa audiência pública remota da Câmara Legislativa debateu, com a comunidade local, as homenagens, previstas em proposições de autoria do deputado Iolando (MDB).

Conhecida como Dona Maria da Torre, Maria Moreira Pereira chegou a Brasília em 1957, junto com o marido que veio trabalhar na construção, e passou a residir em uma chácara na área do Polo Agrícola da Torre, assim chamado devido a uma torre de transmissão da antiga Radiobras, que havia nas imediações.

A intensificação das atividades em prol dos moradores fez com ela se tornasse a primeira presidente da associação de moradores da localidade.

Entre as suas ações, figura a instalação, em 1985, após dez anos de reivindicações, da Escola Rural Polo Agrícola da Torre, graças a doação de uma parte do terreno da chácara onde ela própria residia com a família. O PL nº 2.782/2022 propõe reconhecer o feito e, caso seja aprovado pelo plenário da CLDF e sancionado pelo governador, o nome Dona Maria da Torre, falecida em 2002, passará a figurar no estabelecimento educacional.

Professoras homenageadas

As outras duas homenageadas pelos projetos de lei eram educadoras. Luciene Spinola, também falecida, atuou como professora regente, coordenadora e gestora durante 28 anos no Centro de Ensino Especial 01 de Brazlândia (CENEBRAZ). Em depoimento, durante a audiência pública, colegas destacaram a dedicação e o envolvimento dela nas questões do ensino e aprendizado daquela cidade.

Já a professora Claudete Rossi, que poderá denominar a Escola Classe 01 do INCRA 08, trabalhou no estabelecimento público de ensino desde 1998. Em 2015, passou a ser vice-diretora. “Sempre buscando melhorias, com o intuito de tornar a escola um ambiente único para os alunos, familiares e funcionários”, conforme salientou o deputado Iolando.

Durante a pandemia, mesmo com as aulas presenciais suspensas, ela participou de campanhas de arrecadação de alimentos, de dispositivos eletrônicos, no auxílio aos familiares com dificuldades de acessar as plataformas e no encorajamento dos colegas. Vítima da Covid-19, Claudete morreu faltando um ano para sua aposentadoria.

Ao final da audiência pública, o deputado Iolando enfatizou que a proposta das homenagens partiu da própria comunidade escolar de Brazlândia e destacou a dedicação das três homenageadas em prol da causa educacional.

Igrejas evangélicas recebem homenagem da CLDF

Nesta terça, 28, às 19h, no auditório, a Câmara Legislativa homenageia as igrejas evangélicas pelos serviços prestados durante a pandemia no DF, com transmissão ao vivo pela TV Câmara Distrital (canal 9.3) e YouTube.

O autor da iniciativa, deputado Martins Machado (Republicanos), destacou que as restrições impostas pela pandemia fizeram com que muitas famílias sofressem e, naquele cenário, manter a esperança e a espiritualidade as ajudou a enfrentar o medo, a angústia e a incerteza social.

“A igreja aberta é um lugar de acolhimento e refúgio, como forma de evitar outros males em decorrência das pressões sociais”, afirmou. 

Foram convidados para o evento a ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves; o secretário da Família do DF, Léo Vivas; o administrador do Varjão, Daniel Crepaldi, entre outras autoridades. 

 

 

 

...

Marco Túlio Alencar - Agência CLDF

/

Agência CLDF

Foto: Carlos Gandra/CLDF