Sexta, 14 Junho 2019 11:00

Os desafios para as mulheres

Avalie este item
(0 votos)
“É necessário que possamos avançar com políticas públicas voltadas para as mulheres”, disse Joana Darc (PL), durante UNALE...O evento reuniu deputados,vereadores e sociedade em geral na Aleam para debater temas como Violência contra a mulher, Segurança pública e Suicídio e Automutilação

A deputada estadual Joana Darc (PL), participou na manhã desta quinta-feira (13), do Seminário Nacional de Promoção e Defesa da Cidadania realizado pela União Nacional de Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

O evento foi divido em três grupos temáticos de trabalho, Suicídio e Automutilação, Segurança Pública e Violência contra a Mulher.

No Grupo de trabalho(GT)que discutiu políticas voltadas para o combate da violência contra a mulher, Joana Darc afirmou que as mulheres precisam se unir cada vez mais, para juntas construírem políticas públicas voltadas para defesa da mulher. “Discutimos aqui os problemas que cercam o dia a dia da mulher e reunimos ideias que vão combater à violência contra todas as mulheres do nosso país. Vamos  finalizar este  evento, com ideias relevantes, eficazes e propositivas”, explicou a deputada.

Uma das propostas apresentadas pela deputada durante o GT foi que, crianças e adolescentes sejam educados desde cedo sobre as lei Maria da Penha e do Feminicídio,  ajudando assim na conscientização e prevenção da violência contra mulher no futuro.
“ Eu vejo que precisamos avançar muito em uma educação efetiva, iniciando com as crianças e adolescentes, para que no futuro possamos ver essa mudança nas estatísticas”, enfatizou Joana Darc.

Outros indicativos também foram elaborados durante o GT para serem apresentados. Um deles foi uma indicação para obrigação de treinamento e qualificação para agentes que trabalham nas delegacias, com o objetivo de tornar mais assertivos os registros das ocorrências relacionadas à violência contra mulher e feminicídio, e ainda o aumento de agentes do sexo feminino para atender as denúncias nas delegacias da Mulher. Este último é um projeto de lei que já está em tramitação na Assembleia Legislativa do Amazonas de autoria da deputada Joana Darc. 

O evento foi mediado pela deputada estadual Alessandra Campêlo, e contou a participação também de autoridades de órgãos, comissões e instituições voltados à mulher como a delegada Débora Mafra, da Delegacia Estadual da Mulher, a desembargadora Eva Evangelista do Tribunal de Justiça do Amazonas, Deputada estadual de Minas Gerais, Celise Laviola, a diretora do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Marisa Romão, a Coordenadora Estadual de Políticas Públicas para Mulheres do Acre, Dra. Isnailda de Souza, e a Defensora Pública,  Pollyana Gabrielle Vieira.