PREFGOV 4 M

Redução de mais de 30% nas filas

...Filas caíram 33% em menos de um mês do Plano Emergencial de Saúde...

 REDAÇÃO AGNORTE

A espera nas filas para exames e consultas, nas unidades de saúde da rede pública estadual, caiu em 33% em menos de um mês do anúncio do Plano Emergencial da Saúde.

Lançado no último dia 17 de maio, pelo governador David Almeida, o plano tem como desafio zerar filas e resolver problemas na Saúde do Estado em 90 dias. De acordo com números do Sistema de Regulação de Consultas e Exames (Sisreg), das 137 mil pacientes que aguardavam nas filas no início do Programa.

Atualmente, a poucos dias para completar um mês de sua implantação, esse número caiu para 92,2 mil pacientes, o que resultou na redução de 33%. Para a coordenadora do Complexo Regulador do Amazonas, Mara Kramer, o objetivo de zerar filas está sendo cumprido.  

“A compra de novos equipamentos, mutirões de trabalho, aumento na oferta de procedimentos, contratação de profissionais são alunos dos fatores que possibilitaram esse resultado. O sistema agora já faz a marcação na hora que paciente está sendo consultado”, comemorou.

Entre os procedimentos que já tiveram as filas zeradas estão as consultas em cardiologia (arritmia), fisiatria, gastroenterologia (hepatológia) e em mastologia geral, além dos exames de ecocardiografia bidimensional infantil, diagnóstico por tomografia (sedação), retinografia fluorescente e retossigmoidoscopia.

Treze procedimentos reduziram a fila em 50% ou mais, caso dos exames de ecocardiograma, que saíram de 10.111 pessoas para 3.670.  Algumas pessoas chegavam a aguardar de seis meses a um ano por uma consulta ou procedimento. A consulta com oftalmologista também reduziu significativamente, de 14.288 pessoas na fila de espera para 9.762.

Cirurgias - O Programa Fila Zero também vem conseguindo reduzir o tempo de espera por cirurgias em unidades hospitalares da rede estadual. O Hospital da Fundação Cecon (FCecon), por exemplo, conseguiu zerar a fila para neurocirurgias oncológicas e pacientes que precisam fazer braquiterapia, um dos tratamentos de radiologia, também não têm mais que aguardar. Nesse tipo de procedimento, algumas pessoas chegaram a aguardar até seis meses pelo tratamento.

Todos os exames e consultas oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nas especialidades médicas são marcados via Sisreg, obedecendo às cotas e tetos destinados a cada unidade de saúde.

parente fm

pref jun

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM