ban pref maio

...Segundo turno tem Braga mais por mérito de erro da campanha de REbecca do que em si pelo histórico tão queimado do senador e seu vice, um rapaz que é louco pelo poder não medindo esforços para se atrelar, indo até pro milho...

 

REDAÇÃO AgNorte

www.agnorte.com.br

Eu não arrisco dizer, eu afirmo dizer que este segundo turno tem duas coisas muito claras a serem compreendidas sobre o eleitor ter decidido em mandar Negão e Braga para disputar esta eleição tampão.

Uma.

Amazonino Mendes de fato mostrou que tem carisma. O povo tem só as melhores lembranças dele. Rejuvenescido pelo grito popular saltou da rede como menino, e foi para as ruas.

Agradou.

Porém, um detalhe não se pode esquecer que ao lado de Negão teve um ‘Ão’. Arturzão fez palanque e foi o diferencial na campanha que colocou o Caboco em primeiro lugar, e com folga. É mérito do prefeito Artur Neto essa vitória, uma vez que ele foi novamente ao encontro do anseio popular com o seu candidato. Deixou de lado um passado de embates, e se junto ao que o povo quer. Artur tem trabalhado ouvindo o povo. Fato.

Dois.

Eduardo Braga é um dos raros políticos que tem o que poucos têm. Cara de pau de ir ao eleitor pedir voto. Apesar de toda onda ética que invade a política nacional, a política jaraqui prefere se manter alheia. O eleitor prefere ficar com o que já conhece, não importando os meios dos sucessos que outrora aquele governante deu ao Estado.

Fato.

Não se nega a importância de um Prosamin, mas, pelo valor pago disto está aí nos processos judiciais que afirmam superfaturamento e demais escamoteios da politicagem corruptiva.  

Porém, Braga vai para o segundo turno mesmo muito porque do lado de Rebecca Garcia o comando da sua campanha não entendeu a mensagem do povo, e nisto não se colou devidamente a sua imagem, o seu pensamento com o que o povão realmente queria - que era David Almeida candidato nesta eleição para se manter como governador.

Não ficou explícito isto para o povo.

Rebecca era, sim, a terceira via, porém, nascida só porque David foi execrado do processo eleitoral. Omar Aziz disse que no seu partido, PSD, não tinha espaço naquele momento para alguém do tamanho do atual governador. Este que está nas graças do povo por ações simples, diretas e que tem causado mudanças sensíveis na vida da população, da Capital do Interior.

Dito isto, Amazonino segue forte, sereno, refortalecido por uma grita que diz que o passado vale para o presente - experiência. 

Braga tem ainda muito a explicar, além de empurrar goela abaixo o seu vice, o bom moço Marcelo, que de milho em milho vai enchendo o pote.

parente fm

ban pref arraial17

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM