A FACADA DA INTOLERÂNCIA NÃO MATA BOLSONARO

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

O acontecimento de hoje, quinta, 6, de setembro, um homem leva uma facada, isto seria banal como mais um dos tantos atos de violência que vivemos Brasil afora. Porém, a facada de Adelio Bispo de Oliveira, em Juiz de Fora (MG), atinge não apenas um homem com seu ato extremado, mas, sim, um homem que vem liderando pesquisas eleitorais à Presidência da República, Jair Bolsonaro foi atingido na barriga enquanto era carregado por aliados, colaboradores em sua campanha na rua de Juiz de Fora.

E esta facada vai ser o tiro que tirou Getúlio do mundo dos vivos, mas o levou à história adelio lopes faca bolsonaronacional. Esta facada de Adelio vai dar ao povo brasileiro, justamente uma enorme maioria, que está cansado de viver em tanta violência, gerada por tanta intolerância, e agora ainda tudo muito desnorteado, os próximos capítulos dirão uma confirmação, Bolsonaro se aproxima ainda mais do desejo de milhões de pessoas que querem vê-lo presidente.

Bolsonaro segue bem, foi operado, e a facada não foi vital em seu objetivo que certamente foi o de levá-lo à morte, mas, o candidato a presidente está com vida, e vivo está ainda mais o sentimento de que Bolsonaro é o homem que vai poder dar os reais passos para o fim desta violência exacerbada que vivemos.

O repudio desta facada será ainda mais claro nas urnas em outubro. 

bolsonaro operadoQueriam calar o homem da bala, o homem do pavio curto contra bandidos, e a facada foi pouca para isto, Bolsonaro vai se erguer ainda mais forte, mais certo de que o caminho para combater a criminalidade é termos polícias bem amparadas, bem remuneradas, com uma educação para que crianças entendam o respeito, a moralidade, a ética, e isto tem que vir agora com choque.

Bolsonaro é este choque! E não calarão o choque o Brasil precisa!

ban zona 

ban gov am

 

agnorte logo02

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM