ban pref maio

...O caso do deputado Jalser Renier, que estava condenado, foi preso, depois cumpria sentença em liberdade em regime semiaberto, dormindo em casa, é o exemplo de que a lei é a lei, nada mais, e tem apenas que cumprir...

REDAÇÃO

AgênciaNorte
www.agnorte.com.br
Por Marlen Lima

Depois de algum tempo mergulhado, muitos cobravam postura deste jornalista sobre o 'Caso Jalser'. Um presidente de um poder legislativo, o segundo em cadeia de comando do Estado, que estava condenado, e preso tinha sido, agora vivendo num regime semiaberto, em que dormia em casa, continuava com sua vida política intocável.

Mas, a razão é simples, lei existe para ser cumprida, nada mais!

Assim, o que para muitos pode ser absurdo, para a o Supremo Tribunal Federal (STF) vale essencialmente o que está na lei, e a nossa lei é algo cheia de meandros, de vias obscuras e de compreensão rara. Dito isto não tem porque tanto assombro diante da decisão de revogar a condenação do deputado Jalser Renier sofria, e, agora, ele está inocentado e politicamente volta a ser um sujeito ficha limpa.

Com esse novo acontecimento é a política damorida, essencialmente o povo do Palácio senador Hélio Campos, que deve se assustar a partir de agora. Pois, o que antes era um desenho tosco, passa a se tornar linhas cada vez mais realistas quando em 2018 a eleição terá um cenário único, a de um jovem político, franzino, mais de vozeirão, de muita encenação que tem o agrado do povo, em destaque os jovens, e desta forma Jalser deve vir com toda sua força de expressão política para se ser governador, podendo ser o mais novo da história de Roraima.

Se antes esperava um possível perdão presidencial, hoje, o maior tribunal dá a Jalser o impulso para que seus mais tênues sonhos possam se concretizar.jalser cantando2

Lá atrás, ainda raquítico, de uso apenas de um microfone, e de tardes de programas de tv, o rapazola foi crescendo, crescendo, e ele já chegou a bater dedo em riste na cara de governador, fez outra governante esperar sentada, e agora preside um parlamento contra tudo o que parecia ser improvável.

 

Aguerrido, e destemido, queira seus opositores gostando ou não, Jalser mostra que aprende rápido, e na política é um profissional, como poucos são. Ele cresceu e vem progredindo com uma determinação invejável de poder. Assim quem duvida que ele será candidato a governador em 2018?

A partir desta decisão do STF, E Jalser deixa de ser o calo que antes doía na governadora Suely Campos. Agora, ele passa a ser uma Pedra, uma senhora Pedra nos planos do Palácio do Governo, quando Suely tem pensado em disputar uma reeleição. 

rato jalser e suelyNavegando em índices pífios, Suely ainda patina na sua comunicação com o povo a ponto do que tanto faz para que isto se transforme em reconhecimento do seu trabalho. Lastimável! Não se sabe quem erra mais, a governadora ou seus asseclas.

Por fim, o STF decide algo que para muitos pode ser mais um momento de vergonha, já para outros é o sinal de que a justiça tarda, mas não falha! 

Sem entrar em méritos, o que pesa aqui é que lei é lei, até que se julgue tudo, vale o que ela decidir.

Diante disto, o que mais dizer??

Mergulhemos...

 

Página 1 de 45

parente fm

ban pref arraial17

© 2015 Agência Norte Online. All Rights Reserved. Designed By HM